Procon Abre Agendamento Para Palestras e Treinamentos Sobre Relações de Consumo

Data do post: 10/01/2017 13:00:47 - Visualizações: 197

Empresas, escolas e instituições que quiserem solicitar palestras ou treinamentos relacionados às relações de consumo para 2017 já podem fazer o agendamento na Gerência de Educação para o Consumo do Procon-TO.

Procon / Governo do TocantinsBasta ligar no 3218-2060 ou ir pessoalmente à sede do Procon-TO em Palmas, ou ainda à um dos núcleos regionais do órgão, nas cidades de Porto Nacional, Araguaína, Gurupi, Guaraí, Araguatins, Dianópolis, Tocantinópolis e Colinas do Tocantins.

As palestras são ministradas por técnicos em educação para o consumo e podem ter temática específica, de acordo com a necessidade do solicitante, ou com conteúdo generalizado, com foco na conscientização dos direitos e deveres do consumidor.

Durante o ano de 2016, aproximadamente 20 mil pessoas foram atendidas pela Gerência de Educação em todo o Estado, por meio de palestras, divididas em três categorias de público: consumidores, fornecedores e servidores. Além das palestras, também promovemos ações cujo público atingido não é possível quantificar, mas com resultados amplos, como as blitzen, panfletagens e participações em programas de rádio que são veiculados semanalmente em Guaraí e Araguatins e que levam informações sobre direito do consumidor à população local”, explicou José Santana, gerente de Educação para o Consumo.

Nos eventos realizados para o público de consumidores, o trabalho é basicamente de conscientização e as escolas têm sido o principal alvo. Aproximadamente cinco mil estudantes das redes pública e particular participaram de eventos realizados pelo Procon-TO. “Fazer com que o jovem exerça seus direitos nas relações de consumo é uma das nossas missões, uma vez que esse jovem acaba por influenciar seus pais em casa, quando se deparam com situação de conflito nas relações de consumo”, justifica Santana.

Já as ações direcionadas especificamente aos fornecedores, o principal objetivo é evitar infrações por desconhecimento do Código de Defesa do Consumidor e outras leis complementares. “Quase 900 pessoas, entre comerciantes e empregados, participaram das palestras, com destaque para os fornecedores/barraqueiros que atuaram nas principais praias do Estado”, informou o gerente do Procon-TO, acrescentando que as grandes redes de supermercado também foram capacitadas pelos técnicos do órgão.

O superintendente do Procon-TO, Nelito Cavalcante, explica que as palestras, tanto para fornecedores quanto para consumidores, são importantes instrumentos para levar informações às duas partes imprescindíveis numa relação de consumo. Ele disse que o principal objetivo do Procon-TO é ter um fornecedor consciente de suas obrigações e um consumidor consciente de seus direitos para que essa relação seja harmoniosa para ambas as partes. “Entretanto, quando essa relação fica comprometida pelo descumprimento de alguma lei ou por prática abusiva de qualquer natureza, então somos implacáveis na defesa do consumidor”, enfatizou o superintendente.



Fonte: Wanja Nóbrega / Governo do Tocantins