Foragido da Justiça do Piauí é Preso Pela PM em Aguiarnópolis-TO

Data do post: 08/02/2018 17:32:18 - Visualizações: 3491

Francisco Benedito dos Santos, conhecido pela alcunha de "Fala Fina" de 39 anos, estava morando em Estreito (MA), e ao visitar sua mãe que está residindo na cidade de Aguiarnópolis, acabou sendo preso por policiais militares da 5ª CIPM na manhã desta Quinta Feira (08).

Imagem do Site www.tocnoticias.com.brOs PM's já suspeitavam de Francisco Benedito e ao saber que o mesmo se encontrava na residência de sua mãe em Aguiarnópolis abordaram o foragido que não esboçou reação.

Ao fazer pesquisas com os documentos do suspeito, os agentes da lei descobriram um mandado de prisão por "Roubo Majorado (Latrocínio)",  proveniente da justiça do Estado do Piauí, assinado pelo juiz de direito da 5ª Vara Cível de Picos-PI., Juiz Nilcimar R. de A. Carvalho.

Segundo consta nos autos, Francisco Benedito dos Santos, Edilson Saldanha da Silva e Rafael Bruno Bezerra de Souza, são acusados de matar o idoso Francisco Félix de 72 anos, conhecido como "Chico Borges". O crime aconteceu no dia 09 de Abril de 2009 na cidade de Santana do Piauí-PI.

Foto: riachaonet.com.brFala Fina é sobrinho da esposa do idoso que ele é suspeito de matar para roubar, e segundo testemunhas, no dia do crime o trio usou capuzes para não serem reconhecidos pela vítima ou qualquer outra pessoa que os avistassem. Na ocasião o idoso foi assassinado a golpes de pau, e os meliantes subtraíram a quantia de R$ 4.800,00 (Quatro mil e oitocentos Reais) da vítima e uma motocicleta.

Francisco estava morando em Estreito (MA) tranquilamente, onde segundo ele próprio, trabalhava como Pedreiro e Pintor. A polícia investiga também a participação dele em uma outra morte ocorrida na cidade maranhense que ele estava residindo por causa de uma briga. Fala Fina é suspeito ainda de outros crimes cometidos no Estado do Pará  e dois assassinatos ocorridos em São Geraldo do Araguaia no Tocantins, além de pesar contra ele uma acusação feita por próprios familiares de estupro de vulnerável.

Em entrevista concedida ao repórter do Portal Tocnoticias, Francisco confessou que realmente estava junto no dia do crime, porém, naturalmente como era de se esperar, negou ter participado ativamente da morte do idoso. "Eu estava realmente no dia, isso eu não vou negar, mais nem na casa eu entrei, não entrem nem dentro de casa". Confessou o acusado, que ao ser indagado sobre os motivos que os dois outros comparsas dele haviam matado o idoso Fala Fina voltou a negar: "Eu não sei porque eu não estava dentro de casa na hora, quando eles  saíram eu pensei que eles não tinham nem matado ninguém depois que eles me falaram". Disse Fala Fina citando que eles teriam ido na residência para assaltar o aposentado e que ele não teria entrado porque era conhecido da vítima.

Imagem do Site www.tocnoticias.com.brPerguntado se ele teria vindo morar em Estreito para se esconder depois do crime e o suspeito relatou que não, que teria vindo trabalhar. "Não, eu fui para o Ceará trabalhar, depois vim pra cá pro Maranhão, eu já tinha morado aqui antes". Justificou.

Sobre a suspeita dele ter participado de outros crimes de assassinato, Francisco respondeu que não está sabendo desses outros, que teria passagem pela polícia apenas por badernas e brigas.  

Perguntado sobre o porque dele ter participado do crime o acusado disse que estava bêbado. "Na verdade foi cachaça, eu estava muito bêbado no dia porque eu  não tinha necessidade de fazer aquilo trabalho de pedreiro a muitos anos, de pintor, eu estava bêbado no dia, muita cachaça". culpou-se Fala Fina.    

Depois de ser ouvido pelo delegado regional Tiago Daniel de Moraes, Francisco Benedito foi encaminhado para a Casa de Prisão Provisória de Tocantinópolis onde aguardará recambiamento para o Piauí, Estado onde deverá responder pelo crime no qual está sendo acusado.

Assista a entrevista na íntegra no vídeo abaixo:



Fonte: Redação do Tocnoticias