Polícia Civil Prende Investigado de Homicídio e Ocultação de Cadáver

Data do post: 12/04/2018 15:12:52 - Visualizações: 500

Manoel Ferreira de Sousa foi preso temporariamente, por volta de 7h, desta quinta-feira, 11, por policiais civis da Delegacia de Homicídio e Proteção à Pessoa – DHPP, de Palmas, após representação da autoridade policial, delegado Cassiano Ribeiro Oyama, que foi acatada pelo juízo da 1ª Vara Criminal da Comarca de Palmas.

Secretaria de Segurança Pública-TOO indivíduo, suspeito da prática dos crimes de homicídio e ocultação de cadáver, levou equipe da unidade policial especializada até uma área situada no Lago Norte, da Capital, nas proximidades da sede da Embrapa Pesca e Aquicultura, onde teria desovado o corpo de Thiago Silva Sousa, desaparecido desde o dia 14 de março.

O corpo estava em estado avançado de decomposição, tendo em vista ter sido queimado e deixado em local aberto, acelerando o processo natural de deterioração. No local, foi realizada perícia em local de crime e traslado da ossada humana até a sede do Instituto Médico Legal para submissão a exame necroscópico, que indicará as causas da morte de Tiago.

O registro da ocorrência de desaparecimento foi realizado, em 16 de março, junto à 4ª Delegacia de Polícia Civil de Porto Nacional (Luzimangues), mas os indícios da prática de homicídio fizeram com que o procedimento fosse, então, remetido à DHPP, Palmas.

“As investigações do caso levaram a Manoel Ferreira de Sousa, mas também à Sandra França Uchoa, suposta co-autora dos crimes. Paralelamente, ela mantinha relacionamento amoroso com a vítima e com o autor”, frisou o delegado.

Manoel mantém-se custodiado na Casa de Prisão Provisória de Palmas, à disposição do Poder Judiciário, e Sandra ainda está foragida.



Fonte: Secretaria de Segurança Pública-TO