Municípios Tocantinenses Recebem Dia D de Prevenção às Queimadas

Data do post: 10/07/2018 14:31:52 - Visualizações: 136

O Governo do Estado, por meio do Comitê Estadual de Combate a Incêndio Florestal e Controle de Queimadas no Estado do Tocantins (Comitê do Fogo), já realizou o Dia “D” de Prevenção às Queimadas e Incêndios Florestais em seis municípios tocantinenses.

Corpo de Bombeiros MilitarA ação teve início, em Palmas, no dia 13 de junho, passou por Formoso do Araguaia, Lagoa da Confusão, Ponte Alta do Tocantins, Rio Sono e finalizou, em Pium, a cerca de 170 km da Capital, na última quinta-feira, 5, e contou com o apoio das respectivas prefeituras.

Nos seis municípios, o Comitê visitou um total de 761 propriedades rurais. “A ação consiste em sensibilizar e conscientizar os proprietários rurais sobre a prevenção e combate às queimadas com orientações do uso correto e autorizado do manejo do fogo para a preservação do meio ambiente e também a necessidade de denunciar as pessoas que provocarem incêndios nessas áreas”, disse o presidente do Comitê do Fogo e superintendente da Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil (Cedec-TO), tenente-coronel Geraldo da Conceição Primo. Palestras

Ainda receberão o Dia “D” de Prevenção às Queimadas e Incêndios Florestais os municípios de Almas, Lizarda, Mateiros, Paranã e Santa Rita do Tocantins. 

Decreto

No dia 28 de maio de 2018, o Governo do Estado publicou o Decreto Nº 5.823 declarando a situação de risco de desastre ambiental resultante de incêndios florestais na área de cobertura vegetal de 11 municípios no Tocantins: Almas; Formoso do Araguaia; Lagoa da Confusão; Lizarda; Mateiros; Palmas; Paranã; Pium; Ponte Alta do Tocantins; Rio Sono e Santa Rita do Tocantins. Segundo o decreto, cabe à Cedec-TO acompanhar a execução das ações de campo realizadas nos municípios.

Instituições

Corpo de Bombeiros MilitarAlém da Cedec-TO, também participaram do Dia “D” a de Prevenção às Queimadas e Incêndios Florestais nos respectivos municípios a Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh); o Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins); o Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins); a Agência de Defesa Agropecuária do Tocantins (Adapec); o Centro de Monitoramento Ambiental e Manejo do Fogo (Cemaf); a Delegacia Especializada na Repressão aos Crimes Contra o Meio Ambiente (Dema); o Batalhão de Polícia Ambiental Estado do Tocantins (BPMA-TO) e o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) por meio do Centro Nacional de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais (Prevfogo).

Comitê do Fogo

Instituído pelo Decreto nº. 645 de 20 de agosto de 1998, o Comitê do Fogo tem como objetivo de aperfeiçoar as ações de controle e prevenção das queimadas, no Tocantins, adotando a estratégia preconizada pelo Programa de Prevenção e Controle de Queimadas e Incêndios Florestais na Amazônia Legal (Proarco).

Presidido pelo Corpo de Bombeiros Militar (CBMTO), por meio da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec-TO), o Comitê tem como uma de suas atribuições a elaboração do Plano Anual de Controle e Combate às Queimadas, e atualmente, tem buscado parceria com os municípios, por meio de um termo de cooperação, onde são definidas as atribuições e os  compromissos que cada instituição deve realizar durante o ano.



Fonte: Corpo de Bombeiros Militar