PC do Maranhão Investiga Sumiço dos 2 Jovens de Estreito. Viatura da Força Tática Foi Levada Para Ser Periciada

Data do post: 12/09/2018 23:23:07 - Visualizações: 10821

Nesta Quarta feira (12), um caminhão da Polícia Civil do Maranhão foi visto transportando para o ICRIM de Imperatriz, uma caminhonete usada pela Força Tática da PM para  ser periciada na investigação do sumiço dos jovens Daniel Teles e Wanderson Gustavo, desaparecidos a 12 dias depois de saírem de casa com destino a São João do Paraíso.

Foto: divulgaçãoA polícia civil investiga todas as possibilidade já que a morte dos dois jovens não foi confirmada pois não encontraram os corpos, porém, de acordo com informações de familiares dos desaparecidos, foram achadas as chinelas dos jovens e uma grande marca de sangue, além de cápsulas de balas deflagradas.  

Por determinação da Secretaria de Segurança Pública do Estado do Maranhão, as investigações serão conduzidas pelo Delegado Regional Eduardo Augusto Galvão e Práxisteles Martins Carlos dos Santos, que deverão investigar a suspeita de que Daniel Teles e Wanderson Gustavo possam ter sido executados.

O Portal Tocnoticias recebeu informações de que a PC segue uma linha de investigação baseada no fato de que a dupla de desaparecidos tenham sido supostamente executados por agentes públicos, já que a PM realizou blitz na mesma noite do desaparecimento dos rapazes, inclusive impedindo moradores das margens da rodovia de passarem pela barreira sob a alegação de que estariam esperando assaltantes perigosos e que poderia acontecer um tiroteio naquele setor. (Leia Matéria Sobre o Desaparecimento Clicando Aqui)

A investigação segue todas as pistas possíveis, como pesquisa de imagens de câmeras de seguranças que possam ter filmado a movimentação naquela noite de 31 de Agosto, bem como quebra de sigilo telefônico dos envolvidos, já que as únicas pistas encontradas até agora foram as chinelas e a poça de sangue achada por familiares quando procuravam pistas uma semana depois do desaparecimento.

Um veículo da Polícia Civil foi visto transportando uma caminhonete que é usada pela Força Tática para a cidade de Imperatriz onde deverá ser periciada na procura de pistas a fim de se descobrir se houve algum envolvimento da PM no desaparecimento, como os familiares dos jovens suspeitam.

Chama a atenção que a caminhonete levada para perícia não tem qualquer característica que seja da polícia militar, nenhuma identificação para que o cidadão que por ventura seja abordado, possa saber que realmente se trata de policiais. Não sabemos se existe alguma normativa da Secretaria de Segurança Pública do Estado do Maranhão que autorize a PM usar veículos sem a devida características mais estamos buscando informações sobre isso.



Fonte: Redação do Tocnoticias