Diligência da PM Resulta na Prisão de Dois Suspeitos, Recupera Mercadorias e Mais de 6 Mil Reais em Dinheiro no Norte do Estado

Data do post: 28/03/2020 15:01:32 - Visualizações: 608

Secretaria de Segurança Pública-TOAlém do dinheiro os policiais localizaram 24 pacotes de cigarros e oito vidros de perfume importados. O empenho das equipes do 2º BPM foi primordial para o êxito da ocorrência. A operação envolveu os policiais da cidade de Campos Lindos, Goiatins e Araguaína.

Nessa sexta-feira, 27, a Polícia Militar recuperou mais de R$ 6 mil em dinheiro, 24 pacotes de cigarros e oito vidros de perfume importados, nas proximidades do município Barra do Ouro. Os materiais foram furtados de um supermercado, localizado em Campos Lindos. A diligência que durou o dia inteiro foi concluída com a prisão de dois suspeitos, 21 anos e 27 anos.

Pela manhã uma equipe do 2º Batalhão da PM deslocava de Campos Lindos para a cidade de Goiatins quando no trajeto deparou com um carro suspeito. Cientes do furto que havia acontecido no estabelecimento comercial da cidade que trabalham, os policiais fizeram o acompanhamento tático do veículo e tentaram realizar a abordagem próximo ao povoado de Morro Grande, pertencente ao município de Barra do Ouro.  Ao perceberem que seriam interceptados, dois homens entraram numa estrada vicinal, abandonaram o automóvel com os produtos furtados e evadiram pelo matagal.

Secretaria de Segurança Pública-TOA procura pelos suspeitos continuou e no período da tarde uma equipe que compõe a viatura de Goiatins conseguiu localizar um dos envolvidos com a quantia de R$ 6.519,00. O indivíduo estava a 15 km de Barra do Ouro e havia contratado um motociclista para leva-lo até Bielândia. Em seguida, uma terceira equipe da PM conseguiu deter o comparsa dentro de uma van, que trafegava entre Bielândia e Babaçulândia.

O veículo e as mercadorias furtadas foram encaminhados à Delegacia da Polícia Civil de Goiatins. Os dois suspeitos e o dinheiro recuperado foram conduzidos à Central de Flagrantes, em Araguaína, para as providências cabíveis.



Fonte: Secretaria de Segurança Pública-TO