Mulher de 28 Anos é a Sexta Vítima de Homicídio Neste Ano de 2020 em Tocantinópolis

Data do post: 12/09/2020 18:52:48 - Visualizações: 6109

Imagem do Site Tocnoticias.com.brJessicléia Vieira da Costa de 28 anos é a mais nova vítima de crimes tipo homicídio ocorridos no município de Tocantinópolis neste ano de 2020.

A suposta autora e um homem suspeito de participação no homicídio foram presos logo em seguida por policiais militares a 5ª CIPM, que conseguiram apreender também, três facas que podem ter sido utilizada no crime, bem como a motocicleta que os supostos autores usaram para ir até o local onde Jessicléia foi assassinada.

O crime ocorreu na noite desta ultima sexta-feira (11), por volta das 23 horas, quando, segundo informações de testemunhas, Jessicléia estava nas proximidades de um bar, quando Hercules Chaves de Sá Castro “o piloto”, chegou com Joelma Almeida Lima na garupa de uma motocicleta e disse para sua companheira descer: “Vai! Resolve o teu B.O”. Joelma desceu da moto e já chegou desferindo golpes de faca em Jessicléia, que ainda tentou correr, mas, caiu na porta de uma residência próxima.

Após o ocorrido a Polícia Militar foi acionada e quando chegou ao local encontraram a vítima ensangüentada agonizando, os PM`s acionaram um serviço médico e a vítima foi socorrida e levada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), onde veio a óbito.

Foto Divulgação WhatsappDiante dos fatos os policiais militares passaram a ouvir testemunhas onde uma delas contou que estava com Jessicléia antes e na hora do crime, informando também que as duas são garotas de programa e usuárias de drogas, e que poucas horas antes do ocorrido a dupla havia procurado Hércules em sua residência e compraram uma porção de cocaína pagando o valor de R$ 50,00 (Cinquenta Reais). A testemunha revelou aos agentes da lei que no momento da compra houve um desentendimento entre Joelma e Jessicléia, momento este que a dupla de usuárias tiveram de sair correndo da boca de fumo, ouvindo ainda a voz de Joelma afirmando que a vítima iria lhe pagar caro.

 De posse das informações necessárias, os policiais passaram a realizar diligência encontrando o casal de suspeitos tranqüilos em sua residência que também servia para ponto de venda de drogas. Ao dar voz de prisão aos suspeitos, a polícia encontrou resistência, quando ambos correram para dentro de casa dizendo que “Não iriam para lugar nenhum”, e para conduzir o casal de supostos homicidas para a delegacia, os PM`s tiveram de acionar uma outra guarnição sendo preciso usar algemas para resguardar a integridade dos conduzidos e dos polícias ali de serviço.

Ascom/5ª CIPMApós o flagrante, os autores foram conduzidos para a delegacia de plantão juntamente com uma motocicleta de cor branca com marcas do que se parece ser sangue da vítima, que supostamente teria sido usada no transporte da acusada de cometer o crime, além de uma porção de um pó branco análogo a cocaína e mais três facas no qual uma delas pode ter sido a utilizada no homicídio.

Vale ressaltar que este mesmo casal formado Joelma Almeida Lima e Hercules Chaves de Sá Castro, haviam sido presos em dezembro de 2019 sob a acusação de homicídio da pedinte e usuária de drogas Ilda da Conceição de Sousa, crime ocorrido em 17 de Novembro do mesmo ano. Na ocasião, Ilda foi morta nas proximidades da feira coberta de Tocantinópolis com um tiro de revolver na testa. Foi um mês de intensas investigações chefiadas pelo Delegado licenciado Tiago Daniel de Moraes, até que através de uma testemunha, a polícia civil conseguiu apreender a arma do crime que estava escondida na casa da mãe de Joelma, e prendeu os suspeitos que passaram pouco tempo na cadeia, pois Joelma se beneficiou da lei que ampara mães que cometem crimes por terem crianças pequenas e Hércules coagiu a testemunhas que com medo, voltou atrás no que disse sobre o crime, beneficiando o acusado que respondia a acusação em liberdade.



Fonte: Redação do Tocnoticias com Informações da 5ª CIPM