Após Investigação Da Polícia Civil, Autor De Homicídio Duplamente Qualificado é Condenado a 12 Anos De Prisão Em Miracema

Data do post: 17/11/2020 18:57:57 - Visualizações: 157

Secretaria de Segurança Pública-TOCrime foi motivado por uma rixa existente entre a vítima e o autor.

Em julgamento realizado no Fórum da Comarca de Miracema do Tocantins, nesta quinta-feira, 12, o Tribunal do Júri condenou um homem de 21 anos de idade, acusado pelo crime de homicídio doloso, a uma pena de reclusão em regime fechado de 12 anos de prisão. A condenação do indivíduo foi resultado de investigações realizadas pela 68ª Delegacia de Polícia Civil daquele município, que apontaram que o condenado foi, de fato, o autor do homicídio que vitimou Wanderson Dias Ribeiro, fato ocorrido no dia 17 de novembro de 2018, no setor Saltinho, em Miracema.

De acordo com o delegado Clecyws Antônio de Castro Alves, que foi o responsável pelo caso, logo após o crime, a Polícia Civil deu início às investigações e descobriu que o autor agiu na companhia de um outro homem que também foi identificado.

Com base nas investigações, a autoridade policial representou junto ao Poder Judiciário pela prisão temporária do indivíduo, a qual foi deferida e cumprida no dia 26 de novembro de 2018.

Com o aprofundamento das investigações, os policiais civis da 68ª DP obtiveram mais evidências que corroboraram as investigações preliminares de que, o homem preso foi o autor do crime. Desse modo, o inquérito foi concluído e remetido ao Poder Judiciário e ao Ministério Público, que, por sua vez, acatou o resultado das investigações da Polícia Civil e ofereceu denúncia em desfavor do investigado.

Dessa forma, o julgamento foi marcado pelo juízo da Comarca de Miracema para o dia 12 de novembro de 2020, sendo que o delegado Clecyws Antônio, que foi o presidente do inquérito, também foi ouvido e atuou como testemunha de acusação reafirmando os fatos levantados durante as investigações da Polícia Civil. Após 14 horas de julgamento e deliberações realizadas pela defesa e também pelo Ministério Público, os jurados se reuniram e decidiram pela condenação do réu a 12 anos de reclusão

Após o veredito, o homem que se encontrava preso preventivamente desde a época do crime, foi encaminhado para a carceragem da Unidade de Tratamento Penal Barra da Grota, em Araguaína, onde dará início a pena a qual foi condenado. 

O crime

Conforme apontaram as investigações da Polícia Civil, no dia 16 de novembro de 2018, o homem condenado nesta quinta-feira, juntamente com um comparsa, foi até a residência da vítima e depois de encontrá-la efetuou vários disparos de arma de fogo que atingiram principalmente o tórax de Wanderson que não resistiu a gravidade dos ferimentos e mesmo socorrido, veio a óbito.

Motivação

De acordo com as investigações realizadas pela Polícia Civil, o crime teria sido motivado por uma rixa que existia entre o autor e a vítima, pelo fato de pertencerem a facções rivais diferentes.



Fonte: Secretaria de Segurança Pública-TO