TOCANTINÓPOLIS:
Facebook Youtube Twitter
Siga-nos:

A Vacinação Contra Febre Aftosa Pode Ser Antecipada Para Animais que Participarão de Eventos Pecuários

Data do post: 09/10/2019 13:23:01 - Visualizações: (323) Imprimir

Adapec Tocantins A partir do dia 11 de outubro, os produtores rurais poderão antecipar a vacinação contra a febre aftosa dos animais que participarão de eventos pecuários, e assim evitar transtornos na movimentação do rebanho. A medida visa garantir o cumprimento obrigatório do período de carência após o animal receber a vacinação. Em 2018, o Tocantins realizou 947 eventos pecuários fechados (leilões, feiras agropecuárias, vaquejadas, entre outros) com a participação de 723 mil bovinos.

Para ter acesso ao benefício, o pecuarista deverá procurar a Agência de Defesa Agropecuária (Adapec) e pegar uma autorização para aquisição da vacina nas lojas agropecuárias. “A antecipação da vacinação é um facilitador para os produtores rurais que necessitam transportar seus animais, mantendo a sanidade em dia”, disse o presidente da Adapec, Alberto Mendes da Rocha.

O período de carência é de 15 dias para animais primos-vacinados (vacinados pela primeira vez) e sete dias para animais com duas vacinações. Já para os que têm três ou mais vacinações comprovadas estão livres de cumprir a carência. “Depois de vacinar os animais, é preciso comprovar o ato na Agência até 10 dias após a compra do produto, do contrário estará sujeito à multa e outras sanções”, alerta o diretor de defesa, inspeção e sanidade animal, Márcio Rezende.

Campanha

A 2ª etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa ocorrerá de 1º a 30 de novembro para animais com até 24 meses de idade, declarados em maio. A expectativa é vacinar 4 milhões de bovinos e bubalinos.

Fonte: ADAPEC Tocantins

ATENÇÃO!
Os comentários do Portal Tocnoticias via Facebook, são de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook. Procure escrever de maneira clara para que todos possam entendê-lo. Evite o uso de palavrões, acusações sem provas, discriminação ou difamação.