TOCANTINÓPOLIS:
Facebook Youtube Twitter
Siga-nos:

Tocantins Inicia Inquérito Soroepidemiológico Para Peste Suína Clássica

Data do post: 09/10/2019 18:09:22 - Visualizações: (437) Imprimir

Adapec Tocantins O Governo do Tocantins por meio da Agência de Defesa Agropecuária (Adapec) iniciou, nesta quarta-feira, 9, as colheitas para o inquérito  soroepidemiológico da Peste Suína Clássica (PSC) e monitoramento. Serão testados 74 criatórios de suínos, em 19 municípios limítrofes aos Estados que fazem parte da zona não livre da PSC, com estimativa de 720 suínos a serem testados. E para o monitoramento,  serão testados 182 animais de Granjas Comerciais.

De acordo com a responsável técnica pelo Programa Estadual de Sanidade Suídea, Regina Gonçalves Barbosa, além do Tocantins, o estudo irá ser realizado nos estados do Acre, Bahia, Paraná, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rondônia e Sergipe. “Essas atividades estão inseridas nas estratégias do Programa Nacional de Sanidade dos Suídeos e visa complementar os demais componentes do sistema de vigilância para PSC, objetivando a certificação da condição sanitária da zona livre do País,” disse Regina.

Este é o quinto estudo realizado no Estado sobre a PSC, por isso a escolha deve priorizar criatórios e unidades epidemiológicas nunca antes amostradas em estudos anteriores.

No Tocantins ficou estabelecido como critérios para a amostragem, os   criatórios com no mínimo 5 suínos adultos e distribuídos geograficamente no município, observando uma distância mínima de 5 Km entre criatórios amostrados, obedecendo pelos menos critérios como: divisa com zona não livre de PSC; proximidade a reservas naturais, áreas de proteção ambiental ou parques nacionais com a presença de suínos asselvajados, áreas periurbanas ou comunidades carente, áreas com suínos criados extensivamente, assentamentos rurais ou reservas indígenas, fornecimento de resíduos alimentares (lavagem) aos suínos, proximidade a lixões, proprietário com propriedade em outro país ou na zona não livre e proximidade a graxarias.

A Adapec informou que para este inquérito, devido ao número reduzido de criatórios de suínos a serem amostrados por UF, os suínos selecionados deverão receber identificação individual numérica de longa duração (brincos), que deverá ser registrada no formulário de colheita de amostras para facilitará a investigação complementar, caso ocorra.

Este inquérito sobre a PSC é importante para o Tocantins, pois embora tenhamos reconhecimento internacional contra esta doença é importante a realização deste estudo para a comprovação da ausência do vírus, para que o Estado mantenha o status de livre da PSC e possibilite dar sequencia ao crescimento econômico neste setor.

Os municípios tocantinenses que participarão do inquérito são: Aguiarnópolis, Araguacema, Araguanã, Araguatins, Augustinópolis, Babaçulandia, Buriti do Tocantins, Campos Lindos, Couto Magalhães, Esperantina, Filadélfia, Goiatins, Itaguatins, Mateiros, Praia Norte, São Miguel, São Sebastião, Tocantinópolis e Xambioá.

Dados

O Tocantins conta atualmente com um rebanho de suínos de aproximadamente 320 mil animais, criados em 154 granjas comerciais e criatórios de subsistência cadastrados na Adapec.

Fonte: ADAPEC Tocantins

ATENÇÃO!
Os comentários do Portal Tocnoticias via Facebook, são de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook. Procure escrever de maneira clara para que todos possam entendê-lo. Evite o uso de palavrões, acusações sem provas, discriminação ou difamação.