TOCANTINÓPOLIS
TOCNOTÍCIAS Vocês Fazem a Notícia, Nós Apenas Divulgamos!
Siga-nos
Facebook Youtube Twitter

Em Luzinópolis, Cinco Vereadores Faltam Sessão Sem Justificativa, Mas Publicam Foto Juntos em Reunião

Data do post: 14/11/2019 17:48:14 - Visualizações: (3353) Imprimir

Foto Divulgação WhatsappFato curioso é que os mesmos vereadores que faltaram sem justificativa na ultima sessão ordinária do mês de novembro, já haviam procurado o ministério público para denunciar que as sessões não estavam acontecendo nos horários e datas previstas.

Segundo informações que obtivemos, os vereadores estiveram na sede da promotoria de justiça em Tocantinópolis na data de 26 de Setembro deste ano e logo em seguida, no dia 09 de Outubro do corrente ano, a secretária da casa de leis recebeu um ofício do Promotor de Justiça Dr. Celsimar Custódio Silva com assunto de requisição de informações referentes aos dias que aconteceram todas as sessões ordinárias deste ano de 2019.

Em Luzinópolis, são apenas cinco sessões ordinárias por mês, segundo o regimento interno, impreterivelmente nos cinco primeiros dias úteis de cada mês com horário de início às 19 horas, e mesmo assim, com uma quantidade tão pouca, cinco dos 09 vereadores fizeram um complô e não compareceram na ultima sessão desse mês de novembro, sem justificar, porém, postaram uma foto reunidos na casa de um deles tomando refrigerante bem a vontade, um dia antes da 5ª sessão acontecer.

Os vereadores faltosos que optaram por não trabalhar na ultima sessão que iniciaria a apreciação da Proposta Orçamentária para 2020 foram: Francisco de Souza Silva o "Chiquim Pinheiro" (PL-TO), Raimundo Carneiro Fernandes "Raimundo do Gás" (PDT-TO), Edivaldo Rodrigues Costa "Edivaldo da Adega" (PRB-TO), Cristiane Cardoso da Costa a "Cristiane do Sula", (PP-TO), e Carlos Alberto Ferreira de Sá o "Carlos Santa Helena" (PPS-TO).

Foto Montagem Roberlan CokimNesta mesma sessão do dia 08 de Novembro cujo presidente apenas abriu e encerrou por falta de quórum, cumprindo assim o regimento interno, também não contou com a presença do Vereador Paulo César Queiroz Borges o "Professor Paulo", que havia antecipado sua justificativa de falta na sessão do dia 06 de Novembro que consta em ATA, no qual o professor explicou que estaria em viagem na capital Palmas.

A câmara de Luzinópolis há tempos vive uma situação conflitante com dois grupos de vereadores tentando ficar com a presidência da casa de leis, mesmo após ter acontecido duas eleições para escolha da diretoria.

Foto Montagem Roberlan CokimNa primeira, o eleito foi Raimundo do Gás, que posteriormente perdeu o cargo sob a alegação de ter havido irregularidades na votação de sua eleição. Em uma outra disputa, o presidente atual se reelegeu, insatisfeito, Raimundo recorreu a justiça, perdendo na 1ª Instância, mas, recorrendo novamente para a segunda, foi decretado que houvesse nova disputa, o que em tese, Márcio Ned Pereira da Silva Labres (PV-TO), venceria novamente, porém, espertamente orquestrado pelo vereador Carlos Santa Helena, houve o convite para que o vereador Chiquim Pinheiro mudasse de grupo juntamente com a vereadora Cristiane do Sula, sendo oferecido aos dois, os cargos de presidente e vice da nova chapa, que com a entrada da dupla, contabiliza agora 05 votos contra 04 da chapa do atual presidente. Uma jogada de mestre usada pelo trio formado por Edivaldo da Adega, Raimundo do Gás e Carlos Santa Helena que sem votos suficientes e sabedores que poucos recusariam o convite de assumir a presidência, puxaram, como se diz numa pescaria, "Pelo Beiço", Chiquim e Cristiane para o grupo deles.

Foto Montagem Roberlan CokimNa verdade, a dupla de pretensos candidatos a presidente e vice, caíram na lábia do grupo que se achava sem espaço na câmara e com essa jogada, buscam a presidência da casa de leis nem que seja "dando pitacos".

Vale lembrar que os pretensos presidente e vice, "Cristiane e Chiquim", anteriormente assinaram uma resolução para afastar Raimundo do Gás para que houvesse uma nova eleição, e agora, estão todos de braços dados rumo a presidência, passando literalmente a rasteira no atual presidente Dedim "Lei do Retorno?" (Clique Aqui e Veja a Resolução da Época)

No resultado da justiça que proclamou nova eleição, foi dado o prazo de 120 dias para que acontecesse a nova escolha da diretoria, porém, insatisfeitos e apressados para assumir a casa de leis, o novo grupo, voltou a recorrer pedindo que a eleição fosse antecipada, fato que foi negado pela própria justiça, ainda insatisfeitos, agora, a turma está aparentemente fazendo pirraça e faltando as sessões,mostrando total desinteresse para o que foram eleitos.

Com essas situações, é que muitos acham certo a ideia do presidente Bolsonaro de unificar os municípios de pequeno porte, pois não há justificativa para que os representantes do povo, eleitos para cumprir o papel de legisladores, faltem nas sessões que são apenas cinco, e essas situações que  estão acontecendo em Luzinópolis, mostra que alguns vereadores estão pensando apenas em si próprio e não naqueles que o alçaram ao cargo público que foi o povo.

Fonte: Redação do Tocnoticias

ATENÇÃO!
Os comentários do Portal Tocnoticias via Facebook, são de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook. Procure escrever de maneira clara para que todos possam entendê-lo. Evite o uso de palavrões, acusações sem provas, discriminação ou difamação.