TOCANTINÓPOLIS
TOCNOTÍCIAS Vocês Fazem a Notícia, Nós Apenas Divulgamos!
Siga-nos
Facebook Youtube Twitter

Seis Mulheres São Flagradas Tentando Entrar em Unidades Prisionais do Estado com Drogas

Data do post: 10/01/2020 13:50:02 - Visualizações: (456) Imprimir

Secom-TO A Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça (Seciju), por meio da Superintendência de Administração dos Sistemas Penitenciário e Prisional, ressalta que é crime adentrar em unidades prisionais levando drogas e que os servidores estão atentos a esse tipo de tentativa. Diante disso, nessa quarta-feira, 8, e quinta-feira, 9, seis mulheres foram presas em flagrante em duas unidades prisionais do estado tentando adentrar no ambiente carcerário, em dias de visita, com substâncias análogas a maconha.

O superintendente dos Sistemas Penitenciário e Prisional destacou que os agentes de execução penal estão atentos a toda movimentação de reeducandos e seus visitantes dentro das unidades penais tocantinenses. “Nossos servidores são capacitados a desenvolverem protocolos e procedimentos com o intuito de barrar a entrada de ilícitos às unidades do Estado. Esse trabalho é feito com a finalidade de manter a ordem dentro dos estabelecimentos prisionais e a segurança de reeducandos e visitantes”, enfatizou.

As unidades que flagraram as mulheres tentando levar substância análoga a maconha para os reeducandos são: a Casa de Prisão Provisória de Dianópolis (CPP de Dianópolis) que surpreendeu três mulheres nessa quarta-feira, 8; e a Casa de Prisão Provisória de Palmas (CPP Palmas) que também flagrou três mulheres nessa quinta-feira, 9.

O diretor da CPP de Dianópolis, Mykael Nascimento, conta que o flagrante foi realizado em parceria com a Agência Local de Inteligência (ALI) da 2ª Companhia Independente da Polícia Militar (2ª CIPM). “De posse das informações, a Equipe de Força Tática fez o flagrante e as mulheres apresentaram o material ilícito, resultando no total de quatro porções de substância análoga ao maconha”. O diretor contou ainda que as mulheres envolvidas foram conduzidas, juntamente com a droga, a central de flagrantes do município de Dianópolis para demais procedimentos.

O diretor da CPP de Palmas, Thiago Sabino, falou que os flagrantes ocorreram com o uso do equipamento de imagem, body scan. “Três mulheres foram flagradas, durante a triagem de alimentos e revista, portando substância análoga à maconha, somadas as porções, resultam no total de 400 g. O objetivo delas era levar o material ilícito para reeducandos do Pavilhão B”. Sabino informa que as mulheres foram encaminhadas à 1º Central de Atendimento da Polícia Civil Palmas para a realização Boletim de Ocorrência (B.O).

Tipo criminal

Além da prisões em flagrante pelo crime de tráfico de drogas, art. 33 e 40, II, da Lei de Drogas, com pena de 5 a 15 anos, em regime inicial fechado, com aumento de um sexto a dois terços de reclusão, por ter sido cometido nas dependências ou imediações de estabelecimentos prisionais, mais o pagamento de multa; serão instaurados Processos Administrativos Disciplinares (PADs).

Fonte: Secom-TO

ATENÇÃO!
Os comentários do Portal Tocnoticias via Facebook, são de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook. Procure escrever de maneira clara para que todos possam entendê-lo. Evite o uso de palavrões, acusações sem provas, discriminação ou difamação.