TOCANTINÓPOLIS:
Facebook Youtube Twitter
Siga-nos:

Polícia Civil Prende Suspeito de Estupro de Vulnerável

Data do post: 12/07/2019 14:11:41 - Visualizações: (412) Imprimir

Secretaria de Segurança Pública-TOA Polícia Civil do Tocantins prendeu na noite desta quinta-feira, 11, em Itacajá, a 316 quilômetros de Palmas, um homem suspeito de estupro de vulnerável, crime previsto no artigo 217-A do Código Penal Brasileiro. J.D.P.O., de 36 anos, praticou o crime no ano de 2010 contra uma menina de 11 anos de idade. Ele foi indiciado pela Policia Civil e denunciado pelo crime em processo instaurado na Comarca de Filadélfia, onde ocorreram os fatos, mas estava foragido.

De acordo com a delegada Jeannie Daier, titular da Delegacia de Polícia de Itacajá, o juiz daquela Comarca encaminhou o cumprimento do mandado de prisão, que ainda estava pendente de cumprimento, após ser informado da residência do autor em Itacajá. “Ele estava trabalhando em uma Fazenda, como operador de máquina”, declarou a Delegada.

A delegada informou ainda que foi determinada prioridade absoluta às investigações e prisões relacionadas aos crimes sexuais, especialmente contra pessoas vulneráveis, crimes de grande reprovação social e que têm tido registro significativo na região. “Temos evidenciado a grande incidência desse tipo de crime na região de toda a Comarca e, por isso, estabelecemos como meta a apuração imediata de todos os crimes dessa natureza. Embora o fato em apreço não tenha ocorrido nesta cidade de Itacajá, a zona rural de toda a região da comarca se tornou refúgio de autores desses crimes”, declarou Jeannie Daier.

Números

De acordo com a autoridade policial, nos últimos 10 meses, na Comarca de Itacajá, foram instaurados 51 inquéritos para investigar estupros de vulneráveis, 18 deles já concluídos e encaminhados ao Poder Judiciário para a responsabilização dos autores, além de seis prisões realizadas.

Fonte: Secretaria de Segurança Pública-TO

ATENÇÃO!
Os comentários do Portal Tocnoticias via Facebook, são de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook. Procure escrever de maneira clara para que todos possam entendê-lo. Evite o uso de palavrões, acusações sem provas, discriminação ou difamação.