TOCANTINÓPOLIS:
Facebook Youtube Twitter
Siga-nos:

Tocantins Fecha o Cerco nas Barreiras Contra a Peste Suína Clássica

Data do post: 12/07/2019 14:13:23 - Visualizações: (515) Imprimir

Adapec TocantinsO Estado está em alerta para prevenir a entrada da Peste Suína Clássica (PSC) em seu território. O trabalho nas barreiras foi intensificado e tem surtido efeito. Na manhã desta sexta-feira, 12, a Agência de Defesa Agropecuária (Adapec), apreendeu carne de suíno e queijos durante fiscalização na barreira fixa zoofitossanitária de Xambioá. Os produtos, apesar da pequena quantidade encontrada, não tinham procedência e estavam mal acondicionados em um micro-ônibus. O motorista e o dono carga foram notificados e os alimentos inutilizados no aterro sanitário.

De acordo com o supervisor da área animal, Marques Barbosa, nesse período de férias o rigor na fiscalização de trânsito foi aumentado, principalmente por conta dos riscos da PSC, já que o estado do Piauí registrou 16 focos da enfermidade e o Ceará 47 focos. “Estamos em alerta e passando um pente fino, pois é proibido ingresso de suínos, produtos e subprodutos de zona não livre da PSC para o Tocantins”, ressaltou.

Marques Barbosa disse ainda que as ações têm sido intensificadas nas barreiras fixas que estão na divisa com o Pará, Maranhão e Piauí, que fazem parte da zona não livre da doença. São as barreiras de Porto Lemos, Xambioá, Araguanã, Aguiarnópolis e Filadélfia. “Nas abordagens se forem identificados produtos de origem animal sem a documentação sanitária, também serão apreendidos”, explicou.

Peste Suína Clássica

A PSC, também conhecida como febre suína ou cólera dos porcos, é uma enfermidade contagiosa causada por vírus e muitas vezes fatal aos suínos. Não é transmitida ao homem. Os principais sintomas nos animais são: depressão e febre alta, hemorragias, regiões avermelhadas, entre outras.

Vale lembrar que o criador de suídeos ao identificar qualquer suspeita da doença deve comunicar imediatamente a Adapec. Outra orientação é não trazer suínos e seus produtos de outros estados não livres da PSC. O Tocantins é livre intencionalmente e nunca teve registro da doença.

Área livre da PSC

Segundo o Ministério da Agricultura, a zona livre de PSC do Brasil inclui o Distrito Federal e 15 estados  (RS, SC, PR, MG, SP, MS, MT, GO, RJ, ES, BA, SE, TO,  RO e AC).

O Estado está em alerta para prevenir a entrada da Peste Suína Clássica (PSC) em seu território. O trabalho nas barreiras foi intensificado e tem surtido efeito. Na manhã desta sexta-feira, 12, a Agência de Defesa Agropecuária (Adapec), apreendeu carne de suíno e queijos durante fiscalização na barreira fixa zoofitossanitária de Xambioá. Os produtos, apesar da pequena quantidade encontrada, não tinham procedência e estavam mal acondicionados em um micro-ônibus. O motorista e o dono carga foram notificados e os alimentos inutilizados no aterro sanitário.

De acordo com o supervisor da área animal, Marques Barbosa, nesse período de férias o rigor na fiscalização de trânsito foi aumentado, principalmente por conta dos riscos da PSC, já que o estado do Piauí registrou 16 focos da enfermidade e o Ceará 47 focos. “Estamos em alerta e passando um pente fino, pois é proibido ingresso de suínos, produtos e subprodutos de zona não livre da PSC para o Tocantins”, ressaltou.

Marques Barbosa disse ainda que as ações têm sido intensificadas nas barreiras fixas que estão na divisa com o Pará, Maranhão e Piauí, que fazem parte da zona não livre da doença. São as barreiras de Porto Lemos, Xambioá, Araguanã, Aguiarnópolis e Filadélfia. “Nas abordagens se forem identificados produtos de origem animal sem a documentação sanitária, também serão apreendidos”, explicou.

Peste Suína Clássica

A PSC, também conhecida como febre suína ou cólera dos porcos, é uma enfermidade contagiosa causada por vírus e muitas vezes fatal aos suínos. Não é transmitida ao homem. Os principais sintomas nos animais são: depressão e febre alta, hemorragias, regiões avermelhadas, entre outras.

Vale lembrar que o criador de suídeos ao identificar qualquer suspeita da doença deve comunicar imediatamente a Adapec. Outra orientação é não trazer suínos e seus produtos de outros estados não livres da PSC. O Tocantins é livre intencionalmente e nunca teve registro da doença.

Área livre da PSC

Segundo o Ministério da Agricultura, a zona livre de PSC do Brasil inclui o Distrito Federal e 15 estados  (RS, SC, PR, MG, SP, MS, MT, GO, RJ, ES, BA, SE, TO,  RO e AC).

Fonte: ADAPEC Tocantins

ATENÇÃO!
Os comentários do Portal Tocnoticias via Facebook, são de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook. Procure escrever de maneira clara para que todos possam entendê-lo. Evite o uso de palavrões, acusações sem provas, discriminação ou difamação.