TOCANTINÓPOLIS
TOCNOTÍCIAS Vocês Fazem a Notícia, Nós Apenas Divulgamos!
Siga-nos
Facebook Youtube Twitter

PM Alerta à População Sobre As Consequências da Perturbação do Sossego

Data do post: 18/05/2020 14:35:45 - Visualizações: (449) Imprimir

Ascom 2° BPMA Polícia Militar do 2º BPM faz um alerta à população sobre as consequências da perturbação do sossego alheio.

A Polícia Militar alerta à população araguainense  sobre as consequências da perturbação do sossego alheio previsto no artigo 42 do Decreto Lei nº 3.688/41 que “Estabelece prisão de 15 dias a 3 meses ou multa para quem perturbar o sossego sobre qualquer meio, seja através de uma festa noturna, uso de instrumentos musicais ou qualquer forma de barulho”.

Nesse último final de semana, a PM teve que intervir em várias situações envolvendo a perturbação do sossego alheio. Foram recolhidos um número considerável de aparelhos de som, e seus respectivos proprietários serão processados com base no referido Decreto.

No momento em que estamos vivendo o distanciamento social ampliado, previsto no Decreto Lei Estadual nº 6.095/2020 do Chefe do Poder Executivo Estadual, as famílias estão, em sua maioria, reunidas em suas residências devido a pandemia, com o objetivo de evitar o contágio do coronavírus, mantendo a higiene pessoal e do ambiente, além de permanecer exclusivamente em casa.

O som alto perturba o sossego das pessoas nesse momento delicado em que estamos vivendo. O respeito ao outro é necessário, portanto, quem possui aparelho de som, evite utilizar de maneira inadequada para que não venha sofrer as sanções previstas na Lei de Contravenção Penal, mas dissipe a harmonia em sua comunidade nesse momento desafiador para todos os brasileiros.

Lembre-se, sempre se coloque no lugar do outro, a paz e o sossego são para todos.

Fonte: Ascom 2° BPM

ATENÇÃO!
Os comentários do Portal Tocnoticias via Facebook, são de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook. Procure escrever de maneira clara para que todos possam entendê-lo. Evite o uso de palavrões, acusações sem provas, discriminação ou difamação.