TOCANTINÓPOLIS
TOCNOTÍCIAS Vocês Fazem a Notícia, Nós Apenas Divulgamos!
Siga-nos
Facebook Youtube Twitter

Polícia Civil do Tocantins Prende Suspeito do Homicídio Contra o Servidor Público Luís Carlos Coelho em Maio de 2019

Data do post: 01/06/2020 18:14:57 - Visualizações: (537) Imprimir

Secretaria de Segurança Pública-TOMandado de prisão foi cumprido nesta manhã em Araguaína e suspeito confessou o crime ao ser ouvido pela autoridade policial.

A Polícia Civil do Tocantins, por meio da 1ª Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (1ª DHPP – Palmas), cumpriu na manhã desta segunda-feira, 1º, em Araguaína, na região Norte do Estado, mandado de prisão em desfavor de um homem, de 24 anos. Ele é apontado como suspeito de matar o servidor municipal de Palmas Luís Carlos Coelho, 51, 22 de maio de 2019. O servidor foi encontrado morto em sua casa com sinais de estrangulamento.

Segundo o titular da 1ª DHPP de Palmas e delegado que preside a investigação, Guido Camilo, a Polícia Civil chegou a autoria do crime graças a um trabalho integrado de investigação e cruzamento de dados que envolveu a 1ª DHPP e o Instituto de Identificação, por meio dos Núcleos Especializado em Papiloscopia de Palmas e Araguaína. De acordo com o Delegado, também foram fundamentais a troca de informações com as seguintes unidades da Polícia Civil em Araguaína: Divisão Especializada de Repressão ao Crime Organizado (DEIC), a DHPP de Araguaína e Delegacia de Repressão a Roubos.

O suspeito foi ouvido pela autoridade policial e confessou o crime em detalhes. O preso já responde por crimes de roubos e latrocínio em Minas Gerais, como furto e outro latrocínio no município de Wanderlândia, no Norte do Tocantins

Retrato falado

Em outubro do ano passado, a Polícia Civil do Tocantins, por meio da 1ª DHPP de Palmas, divulgou o retrato falado do principal suspeito do homicídio do servidor público Luís Carlos Carmo Coelho. Com base em imagens de câmeras de segurança em que a vítima foi filmada junto com o suspeito, a equipe de papiloscopia do Instituto de Identificação chegou a um registro aproximado do perfil do suspeito do homicídio.

As investigações apuraram que após o crime o suspeito teria fugido com o automóvel da vítima e de posse do cartão e dados bancários, teria feito compras em torno de R$ 5 mil da conta do servidor. O delegado informou ainda que os pagamentos foram realizados nas cidades de Palmas, Colinas e em Araguaína, onde o automóvel da vítima teria sido abandonado três dias depois do crime.

Fonte: Secretaria de Segurança Pública-TO

ATENÇÃO!
Os comentários do Portal Tocnoticias via Facebook, são de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook. Procure escrever de maneira clara para que todos possam entendê-lo. Evite o uso de palavrões, acusações sem provas, discriminação ou difamação.