TOCANTINÓPOLIS
TOCNOTÍCIAS Vocês Fazem a Notícia, Nós Apenas Divulgamos!
Siga-nos
Facebook Youtube Twitter

Aplicativo Passa a Ser Utilizado Como Canal de Denúncias de Violações de Direitos Humanos

Data do post: 02/07/2020 21:39:54 - Visualizações: (354) Imprimir

Governo do TocantinsA Ouvidoria Nacional de Direitos Humanos (ONDH) disponibilizou mais um canal para fazer denúncias de violações de direitos humanos e de violência contra a mulher, por meio de uma conta no Telegram, aplicativo de mensagens instantâneas, para o registro de casos em todo o país.

Conforme informações do site da Ouvidoria Direitos Humanos, para utilizar o canal, basta apenas digitar “Direitos Humanos Brasil” na busca do aplicativo. Após receber uma mensagem automática, o cidadão será atendido por uma pessoa da equipe da central única dos serviços. A denúncia recebida será analisada e encaminhada aos órgãos de proteção, defesa e responsabilização em direitos humanos.

“O Telegram é mais um canal para atender denúncias de violações de direitos humanos e de violência contra a mulher. Destacamos que os canais de denúncias são ferramentas efetivas na luta contra violações de direitos, pois são acessíveis, democráticos e eficazes, sendo serviços gratuitos, funcionando 24 horas por dia e todos os dias da semana, inclusive sábado, domingos e feriados, além do que a denúncia pode ser anônima”, explica a diretora de Direitos Humanos da Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça, Sabrina Ribeiro.

Canais de denúncias

Com o Telegram, agora existem quatro ferramentas para o atendimento de vítimas e o registro de denúncias de violações de direitos humanos e de violência doméstica e familiar contra a mulher. Além da nova plataforma, há o canal telefônico (Disque 100 e Ligue 180), o aplicativo Direitos Humanos Brasil e o site da Ouvidoria/ONDH.

Disque Direitos Humanos – Disque 100

Entre os grupos atendidos pelo Disque 100, estão crianças e adolescentes, pessoas idosas, pessoas com deficiência, pessoas em restrição de liberdade, população LGBT e população em situação de rua. O serviço também está disponível para denúncias de casos que envolvam discriminação ética ou racial e violência contra ciganos, quilombolas, indígenas e outras comunidades tradicionais.

Central de Atendimento à Mulher - Ligue 180

As denúncias de violência contra a mulher são registradas pelo Ligue 180. O serviço cadastra e encaminha os casos aos órgãos competentes. Além disso, a plataforma recebe reclamações, sugestões ou elogios sobre o funcionamento dos serviços de atendimento.

Fonte: Governo do Tocantins

ATENÇÃO!
Os comentários do Portal Tocnoticias via Facebook, são de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook. Procure escrever de maneira clara para que todos possam entendê-lo. Evite o uso de palavrões, acusações sem provas, discriminação ou difamação.