TOCANTINÓPOLIS
TOCNOTÍCIAS Vocês Fazem a Notícia, Nós Apenas Divulgamos!
Siga-nos
Facebook Youtube Twitter

Prazo Para Declaração da Vacinação Contra Febre Aftosa Continua Aberto

Data do post: 06/07/2020 16:36:22 - Visualizações: (377) Imprimir

ADAPEC-TOA vacinação foi encerrada, mas a comprovação do ato deve ser realizada obrigatoriamente até 31 de agosto.

Produtores rurais do Tocantins que vacinaram o rebanho contra febre aftosa deve obrigatoriamente fazer a declaração da vacinação junto à Agência de Defesa Agropecuária (Adapec) até o dia 31 de agosto. O prazo continua aberto e a Agência orienta os pecuaristas a fazerem o agendamento nas unidades locais para evitar aglomerações.

"Alertamos o produtor rural para que o quanto antes faça o agendamento nas unidades locais da Adapec para o atendimento. É necessário levar a nota fiscal da compra da vacina e a carta-aviso preenchida" disse o responsável pelo Programa Estadual de Erradicação da Febre Aftosa, João Eduardo Pires. Os contatos dos escritórios da Agência estão no site adapec.to.gov.br ou anexado nos prédios.

O pecuarista, Juscelino Lopes dos Santos, proprietário da chácara olho d’água, localizada no município de Lagoa do Tocantins, já cumpriu o seu papel. “A vacinação contra a febre aftosa é coisa séria e tem que avisar na Adapec que vacinou, faço isso duas vezes para evitar qualquer transtorno”, avisa.

Nesta etapa, a expectativa é de que tenham sido vacinados cerca de 8,5 milhões de animais de todas as faixas etárias. O Estado conta com mais de 56,4 mil pecuaristas vinculados à exploração pecuária.

Multas

A multa para o produtor rural que deixar de vacinar a multa é de R$ 5,32 por animal e R$ 127,69 por propriedade não declarada, além de outras sanções.

 

Fonte: ADAPEC-TO

ATENÇÃO!
Os comentários do Portal Tocnoticias via Facebook, são de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook. Procure escrever de maneira clara para que todos possam entendê-lo. Evite o uso de palavrões, acusações sem provas, discriminação ou difamação.