TOCANTINÓPOLIS
TOCNOTÍCIAS Vocês Fazem a Notícia, Nós Apenas Divulgamos!
Siga-nos
Facebook Youtube Twitter

Correições 2020 Serão Virtuais e Corregedoria Realizará Levantamento Sobre Atendimento Remoto Na DPE

Data do post: 17/07/2020 19:45:26 - Visualizações: (438) Imprimir

Defensoria Pública-TOCorregedoria Geral da Defensoria Pública do Estado do Tocantins (DPE-TO) realizará as correições 2020 de forma virtual a fim de garantir que o procedimento seja executado respeitando as medidas de distanciamento social indicadas como prevenção ao novo coronavírus. As atividades terão início em agosto com cronograma que atenderá membros, servidores e pessoas assistidas em todas as comarcas do Estado. Além das atividades protocolares das correições, a Corregedoria anunciou nesta quinta-feira, 16, que realizará um levantamento com assistidos (a) a fim d que coletar a avaliação deles (as) sobre o atendimento remoto realizado pela Instituição.

Mesmo virtuais e por meio de plataforma online, as correições seguirão todas as normas previstas para serem validadas, como a publicação de edital, divulgação da atividade entre membros, servidores e pessoas assistidas em cada Regional da Defensoria, convite para autoridades do sistema de Justiça de cada localidade, entre outros quesitos que visam garantir a ampla participação do corpo funcional da Defensoria e de qualquer cidadão que queira opinar sobre o funcionamento e atendimento da DPE-TO no Estado.

Além das atividades já previstas e protocolares com membros e servidores e assistidos da Instituição, a Corregedoria decidiu, também, realizar um levantamento com as pessoas assistidas para que elas possam avaliar os atendimentos da DPE-TO feitos de forma remota (atendimentos a distância por telefone, aplicativo de mensagens WhatsApp e email). Desde março, quando foi decretado o estado de calamidade no Tocantins, em decorrência da covid-19, os atendimentos da Instituição passaram a ser por meio de polos remotos, havendo o atendimento presencial em casos em que o assistido não tem como, independente do motivo, de se comunicar com a Defensoria por meio eletrônico.

“Será a primeira vez que realizaremos as correições de forma virtual e as expectativa são positivas, tendo em vista que todas as exigências serão cumpridas para que as pessoas assistidas que queiram opinar sejam ouvidas, além dos membros e servidores. A correição também vai apurar como o membro e servidor se sentem em relação ao trabalho remoto porque foi uma mudança para os assistidos e também para quem presta o atendimento”, disse a corregedora-geral da Defensoria Pública no Estado do Tocantins, Irisneide Ferreira.

O cronograma das correições será divulgado, mas as atividades terão início em agosto começando pela Regional da DPE-TO de Paraíso do Tocantins, abrangendo o próprio município e também Pium, Araguacema e Cristalândia.

Correições na Defensoria

Nas correições, são colhidas informações dos assistidos e população local a fim de obter informações que possam colaborar com a ampliação da qualidade do serviço prestado pela Defensoria no Estado.

Membros e servidores também podem participar, no caso, com o preenchimento de um formulário em que avalia diferentes situações na Instituição, desde condições de trabalho até serviço prestado à população, entre outros temas. Nas correições virtuais, os membros e servidores que desejarem o feedback pessoal poderá agendar uma reunião online com um dos integrantes da Corregedoria a fim de obter esclarecimentos e respostas a possíveis questionamentos que tenha feito por meio do formulário disponibilizado.

O resultado dos trabalhos executados durante as correições é utilizado para prestar esclarecimentos e podem gerar orientações por parte da Corregedoria para que haja mudança em métodos ou rotinas de atividades a fim de melhorar o desempenho de setores, sempre com foco na qualidade do serviço público prestado.

Fonte: Defensoria Pública-TO

ATENÇÃO!
Os comentários do Portal Tocnoticias via Facebook, são de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook. Procure escrever de maneira clara para que todos possam entendê-lo. Evite o uso de palavrões, acusações sem provas, discriminação ou difamação.