TOCANTINÓPOLIS
TOCNOTÍCIAS Vocês Fazem a Notícia, Nós Apenas Divulgamos!
Siga-nos
Facebook Youtube Twitter

PM Prende Homem Em Flagrante Acusado De Fornecer Bebida a Menor Em Augustinópolis

Data do post: 24/08/2020 16:34:07 - Visualizações: (502) Imprimir

Ascom 9° BPMA prisão ocorreu durante operação de fiscalização da Polícia Militar em conjunta com o Conselho Tutelar e Vigilância Sanitária do município de Augustinópolis, visando coibir perturbações do sossego alheio e o consumo de bebida alcoólica a menores naquela cidade. 

Na noite dessa sexta-feira, 21, a Polícia Militar (PM) realizou em flagrante a prisão de um homem de 29 anos, em Augustinópolis, Norte do Estado, acusado de fornecer bebida alcoólica a um adolescente de 14 anos. O crime tipificado no Art. 243 do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), aconteceu na Praça Ary Valadão, naquela cidade. 

A ação foi durante operação da PM em conjunta com o Conselho Tutelar e Vigilância Sanitária do município de Augustinópolis, visando coibir perturbações do sossego alheio e o consumo de bebida alcoólica a menores naquela cidade.

Quando as autoridades chegaram ao local flagraram o autor fazendo uso de bebida alcoólica e também fornecendo ao menor, contrariando o ECA. O homem recebeu voz de prisão e não reagiu a abordagem.

O autor foi apresentado na Central de Flagrantes para as medidas necessárias e cabíveis ao caso.

ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE (ECA)

A Polícia Militar orienta cada cidadão que de acordo com o Estatuto no Art. 4º: “É dever da família, da comunidade, da sociedade em geral e do poder público assegurar, com absoluta prioridade, a efetivação dos direitos referentes à vida, à saúde, à alimentação, à educação, ao esporte, ao lazer, à profissionalização, à cultura, à dignidade, ao respeito, à liberdade e à convivência familiar e comunitária.”

E ainda, a pena para a inobservância da legislação, conforme ocorrido em Augustinópolis, o Art. 243 declara: “Vender, fornecer, servir, ministrar ou entregar, ainda que gratuitamente, de qualquer forma, a criança ou a adolescente, bebida alcoólica ou, sem justa causa, outros produtos cujos componentes possam causar dependência física ou psíquica: Pena - detenção de 2 (dois) a 4 (quatro) anos, e multa, se o fato não constitui crime mais grave.”.

 

Fonte: Ascom 9° BPM

ATENÇÃO!
Os comentários do Portal Tocnoticias via Facebook, são de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook. Procure escrever de maneira clara para que todos possam entendê-lo. Evite o uso de palavrões, acusações sem provas, discriminação ou difamação.