TOCANTINÓPOLIS
TOCNOTÍCIAS Vocês Fazem a Notícia, Nós Apenas Divulgamos!
Siga-nos
Facebook Youtube Twitter

Com Uso De Tecnologia, Polícia Civil Realiza a Identificação De Um Corpo Transferido Do HGP Para IML

Data do post: 23/09/2020 16:54:26 - Visualizações: (231) Imprimir

Secretaria de Segurança Pública-TOAs digitais foram enviadas para todos os Estados que têm o Sistema Automatizado de Impressões Digitais (AFIS). A resposta positiva veio do Instituto de Identificação de São Paulo.

A Polícia Civil do Tocantins, por meio do Instituto de Identificação e em parceria com o Instituto de Medicina Legal (IML), órgãos vinculados à Superintendência da Polícia Científica, identificou mais um corpo. Trata-se de um homem que veio a óbito por causas naturais no Hospital Geral de Palmas e que foi transferido em dezembro de 2019 para o IML.

A identificação foi realizada pelo papiloscopistas do Núcleo Especializado de Identificação Necropapiloscópica pelo exame papiloscópico. Com a coleta e o envio das impressões digitais a todos os Estados que possuem Sistema Automatizado de Impressões Digitais (AFIS) foi possível identificar o corpo. A resposta positiva veio do Instituto de Identificação de São Paulo, que encaminhou o prontuário civil para o confronto papiloscópico e identificação.

Caso

O paciente deu entrada no Hospital Geral de Palmas no mês de dezembro de 2019 evoluindo para o óbito no mesmo mês. Não houve comparecimento de familiares e o paciente não portava documentos de identificação.

O corpo foi identificado como Josenildo Bernardino da Silva, de 44 anos, natural de Arapiraca (AL), filho de Giselia Maria da Silva. Com a identificação, o serviço de busca ativa do Instituto de Identificação está tentando encontrar os familiares, mas até o momento não foram localizados.

O laudo necropapiloscópico de identificação foi encaminhado à 1ª Delegacia de Polícia Civil de Palmas para procedimentos cabíveis.

Fonte: Secretaria de Segurança Pública-TO

ATENÇÃO!
Os comentários do Portal Tocnoticias via Facebook, são de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook. Procure escrever de maneira clara para que todos possam entendê-lo. Evite o uso de palavrões, acusações sem provas, discriminação ou difamação.