TOCANTINÓPOLIS
TOCNOTÍCIAS Vocês Fazem a Notícia, Nós Apenas Divulgamos!
Siga-nos
Facebook Youtube Twitter

Campanha De Vacinação Contra Febre Aftosa Começa Dia 1º De Novembro

Data do post: 21/10/2020 17:16:09 - Visualizações: (255) Imprimir

ADAPEC-TOA segunda fase da campanha ocorrerá entre os dias 1º e 30 de novembro para animais de 0 a 24 meses de idade.

Produtor rural tocantinense já sabe, mês de novembro é a segunda fase da vacinação contra a febre aftosa especificamente para bovídeos (bovinos e bubalinos) de 0 a 24 meses de idade, declarados na 1º etapa de maio. A expectativa é vacinar 4 milhões de animais, dos mais de 8,8 milhões existentes. O Tocantins há 23 anos está livre da doença com vacinação.

Após comprar a vacina em loja licenciada, o pecuarista terá até 10 dias para comprovar que vacinou.  Basta levar a nota fiscal e a carta-aviso preenchida na Agência de Defesa Agropecuária (Adapec) do seu município. Devido aos cuidados de prevenção à covid-19, é necessário agendar o atendimento para evitar aglomerações, os telefones estão no site adapec.to.gov.br.

"O Estado caminha para retirada da vacinação, mas até lá é preciso continuar cumprindo a obrigação de vacinar o rebanho para conseguirmos esse avanço tão almejado pela cadeia produtiva", avalia o presidente da Agência, Alberto Mendes da Rocha.

Índice vacinal

O Estado sempre tem alcançado nas campanhas anuais altos índices de coberturas vacinais. Na primeira etapa da campanha, realizada em maio deste ano, foram vacinados 8.670.975 bovídeos, perfazendo um percentual de 98,71%. O total de animais teve um aumento de 3,64% em relação à última etapa de vacinação contra aftosa ocorrida em novembro de 2019, passando de 8.493.825 para 8.803.708 animais.

 

Fonte: ADAPEC-TO

ATENÇÃO!
Os comentários do Portal Tocnoticias via Facebook, são de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook. Procure escrever de maneira clara para que todos possam entendê-lo. Evite o uso de palavrões, acusações sem provas, discriminação ou difamação.