TOCANTINÓPOLIS
TOCNOTÍCIAS Vocês Fazem a Notícia, Nós Apenas Divulgamos!
Siga-nos
Facebook Youtube Twitter

Polícia Civil Prende Traficante e Apreende Cocaína de Alta Pureza em Araguaína

Data do post: 03/08/2019 22:30:43 - Visualizações: (1431) Imprimir

(DEIC - NORTE) AraguaínaEx-estudante de engenharia de alimentos refinava cocaína que vendia e foi abordado quando entregava a uma mulher medicamento abortivo proibido no Brasil.

A Polícia Civil do Estado do Tocantins deflagrou, na tarde desta sexta-feira (2), em Araguaína, mais uma operação de combate à criminalidade que resultou na prisão de um indivíduo de iniciais J.T.S, de 36 anos de idade, e na apreensão de mais de meio quilo de cocaína de alto teor de pureza.

De acordo com o delegado José Anchieta de Menezes Filho, titular da Delegacia Especializada em Investigações Criminais - DEIC, de Araguaína, e responsável pelo caso, o indivíduo, que já estava sendo investigado pela Unidade Especializada por suspeitas de comercializar entorpecentes na região, foi abordado, no centro da cidade, no momento em que entregava a uma mulher um medicamento abortivo e com a venda proibida no Brasil, por não possuir registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária - ANVISA. "Somente a comercialização ilegal do remédio pode gerar uma condenação de 10 a 15 anos de prisão”, esclareceu o delegado.

Em outro ponto da cidade, os policiais civis localizaram a residência do suspeito, cujas buscas no local levaram à apreensão de meio kg de cocaína com alto teor de pureza, balança de precisão, insumos para mistura e apetrechos para embalar o entorpecente, bem como R$ 1.400 reais, em espécie.

Segundo o delegado Alexander Tavares, que também participou da operação, J.T.S já havia sido preso anteriormente pela DEIC, também por tráfico de drogas, e um mini-laboratório de refino de cocaína na residência do suspeito foi desmantelado pela Polícia Civil. 

“Os vários produtos químicos que apreendemos em sua residência demonstram que o suspeito costumava refinar a cocaína para que a droga rendesse mais, com o valor total do entorpecente podendo, assim, chegar aos R$ 50 mil reais. Os conhecimentos técnicos que o investigado possui permitem que ele manuseie a cocaína com outros produtos, aumentando em até três vezes os seus lucros com o tráfico", frisou o delegado Alexander.

Após ser preso, J.T.S foi autuado em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas e venda ilegal de medicamento proibido. Após a realização dos procedimentos legais cabíveis, o indivíduo foi encaminhado à Casa de Prisão Provisória de Araguaína (CPPA), onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário.

Fonte: Rogério de Oliveira/Governo do Tocantins

ATENÇÃO!
Os comentários do Portal Tocnoticias via Facebook, são de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook. Procure escrever de maneira clara para que todos possam entendê-lo. Evite o uso de palavrões, acusações sem provas, discriminação ou difamação.