TOCANTINÓPOLIS:
Facebook Youtube Twitter
Siga-nos:

Força-Tarefa da 2ª Delegacia Especializada da Mulher Intensifica Trabalhos em Palmas

Data do post: 20/09/2019 20:12:31 - Visualizações: (614) Imprimir

Secretaria de Segurança Pública-TO Com prazo para ser concluída até o início do mês de outubro, a Força-Tarefa que está acontecendo na 2ª Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (2ª DEAM) de Palmas segue em ritmo acelerado. Mais de mil Boletins de Ocorrência que estavam em aberto estão sendo triados de modo a dar resposta rápida a todos os casos e, assim, reforçar o combate à violência contra as mulheres.

Para a delegada titular da 2ª DEAM e coordenadora da força-tarefa, Cínthia Miura Nakayama, o foco é dar celeridade e tratar a vulnerabilidade. “Estamos acelerando os procedimentos e fazendo uma triagem do que é mais importante nesse projeto piloto. Percebemos que a Delegacia-Geral está empenhada em tratar a vulnerabilidade, solucionar as demandas e, por isso, estamos focando na produção, em ouvir as vítimas e encaminhar pra o Judiciário” destacou.

Reforço

Acompanhada da Diretora de Polícia da Capital, Lucélia Maria Marques Bento, a Delegada-Geral da Polícia Civil, Raimunda Bezerra de Souza, que confere de perto o andamento da Força-Tarefa, esteve na 2ª DEAM e ressaltou a importância da ação. Segundo ela, para zerar os boletins de ocorrência acumulados a Delegacia-Geral instalou Força-Tarefa, destinando para os trabalhos mais quatro delegados de polícia, escrivães e agentes de polícia, num total de 20 policiais.

A meta, segundo Raimunda Bezerra, é dar resolução para a maioria dos casos. “Para isso, estabelecemos um cronograma até o dia quatro de outubro, mas, em virtude da importância do enfrentamento à violência contra as mulheres, o prazo será prorrogado caso seja necessário”.

Fonte: Secretaria de Segurança Pública-TO

ATENÇÃO!
Os comentários do Portal Tocnoticias via Facebook, são de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook. Procure escrever de maneira clara para que todos possam entendê-lo. Evite o uso de palavrões, acusações sem provas, discriminação ou difamação.