MPE Informa que Não Há Determinação Para Suspensão de Cirurgias no Hospital Regional de Augustinópolis

Data do post: 13/04/2016 11:43:50 - Visualizações: (789)    Imprimir

Diante da divulgação de informações equivocadas em meio à população de Augustinópolis e região, o Ministério Público Estadual (MPE) esclarece que não há pedido ou decisão judicial que determine paralisação do atendimento no Hospital Regional de Augustinópolis. Recentemente, uma decisão determinou que Ho-Che-Min Silva Vieira, diretor-geral da unidade, apresentasse informações sobre regulação de cirurgias, escalas de plantão, falta de equipamentos, medicamentos e materiais.

Foto: Divulgação MPE-TOO MPE investigou as denúncias de que a direção do hospital estaria agendando cirurgias com base em critérios eleitoreiros. Diante dos relatos de pacientes e equipe médica, foi ajuizada Ação Civil Pública que pediu a responsabilização do diretor-geral da unidade pela prática de improbidade administrativa.

Em nenhum momento a decisão proferida pelo Tribunal de Justiça determina a paralisação de atividades ou suspensão de cirurgias no Hospital Regional de Augustinópolis. O objetivo do MPE, ao acionar a Justiça, é justamente o contrário, ou seja, “garantir o direito de acesso ao sistema público de saúde de forma democrática, de acordo com os critérios do Sistema de Regulação de Procedimentos Eletivos do SUS”, comentou o Promotor de Justiça Paulo Sérgio Ferreira de Almeida, responsável pelo caso.

Para mais informações sobre o assunto, o Ministério Público Estadual está à disposição para atender a população e prestar esclarecimentos.

PROMOTORIA DE JUSTIÇA DE AUGUSTINÓPOLIS

Rua Rui Barbosa, N° 39, Centro. CEP 77960-000

Telefone: (63) 3456-1412.

Fonte: João Lino Cavalcante Ascom MPE-TO

ATENÇÃO!

Os comentários do Portal Tocnoticias via Facebook, são de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook. Procure escrever de maneira clara para que todos possam entendê-lo. Evite o uso de palavrões, acusações sem provas, discriminação ou difamação.

Em Destaque

Polícia Civil Prende Pai Acusado de Abusar da Própria Filha de Apenas 12 Anos em Aguiarnópolis

Foto da notícia

Data: 24/05/2018 11:36:04 - Visualizações: 4361

Notícias Relacionadas

18/05/2018
Réu é Condenado a 21 Anos de Reclusão no Primeiro Julgamento Por Feminicídio na Comarca de Ananás

18/05/2018
Produtores de Palmeiras do Tocantins Recebem Capacitação do SENAR

14/05/2018
PM de Maurilândia do TO Prende Padrasto Acusado de Estuprar a Enteada de Apenas 11 Anos

14/05/2018
Homem é Preso Por Porte Ilegal de Arma de Fogo em Ananás/TO

14/05/2018
Polícia Militar Recupera Moto Biz Furtada e a Restitui Para Sua Proprietária em Araguaína

14/05/2018
Polícia Militar Prende Mais um Homem por Porte Ilegal de Arma de Fogo

Todas as Notícias