MPE Pede Bloqueio do Repasse de R$ 400 Mil da Prefeitura de Gurupi a Time de Futebol da Cidade

Data do post: 21/04/2016 12:03:14 - Visualizações: (1466)    Imprimir

O Ministério Público Estadual (MPE), por meio da 8ª Promotoria de Justiça de Gurupi, ajuizou na noite da ultima terça-feira, 19, ação cautelar com pedido de liminar, na qual requer ao Poder Judiciário a suspensão imediata dos efeitos de uma Lei Municipal que autoriza o Prefeito Laurez Moreira a repassar R$ 400 mil dos cofres públicos ao Gurupi Esporte Clube, time de futebol da cidade.

Foto: DivulgaçãoO Projeto de Lei nº 023/2016, de autoria do Poder Executivo Municipal, foi aprovado pelo Plenário da Câmara Municipal de Gurupi na última segunda-feira, 18. Após o aval dos vereadores, o Prefeito estaria autorizado a destinar ao clube o montante de R$ 400 mil em três parcelas, sendo que a primeira delas, no valor de R$ 133 mil, seria depositada nesta quarta-feira, 20 de abril.

O Promotor de Justiça Roberto Freitas Garcia, autor da ação, requer, em caso de descumprimento da ordem judicial, a fixação de multa de R$ 50 mil, a ser aplicada pessoalmente contra o Prefeito de Gurupi e o Presidente do Gurupi Esporte Clube.

Consta, no site da Câmara Municipal de Gurupi, que o Presidente do Gurupi Esporte Clube, Wilson Castilho, já vinha aguardando a chegada daqueles recursos públicos, pois o seu time ainda tem dívidas para pagar, possui gastos mensais da ordem de R$ 130 mil, entre despesas com inscrição de jogadores, passagens, alimentação, hospedagens e viagens.

“É de se questionar onde estaria o interesse público na destinação da vultosa quantia de dinheiro público para um clube participar de um campeonato estadual de futebol, clube este que, a exemplo de qualquer outra empresa, possui fins lucrativos, e por assim ser, deve se manter por sua própria conta, com dinheiro proveniente de patrocinadores privados, ingressos de partidas de futebol, dentre outras fontes lícitas”, comentou o Promotor de Justiça Roberto Garcia.

O Promotor ainda alega que a Lei em questão fere o princípio constitucional da moralidade, ao permitir transferência de recursos públicos a empresa privada sem qualquer finalidade social, em detrimento do interesse da coletividade, em especial em cidades pequenas como é Gurupi, cuja demanda pelos serviços públicos de saúde, educação, dentre outros essenciais, é intensa e urgente, especialmente diante da notória crise financeira que acomete nosso país e que tem impactado negativamente, sem exceção, todos os entes federativos.

Roberto Garcia esclarece que, além da referida ação, deverá instaurar um inquérito civil ainda nesta quarta-feira, visando obter mais dados acerca dos fatos, não descartando a possibilidade de ajuizamento de Ação Civil Pública por ato de improbidade administrativa em desfavor do autor do Projeto de Lei, o Prefeito Laurez Moreira, e dos vereadores que votaram em favor da aprovação da questionada lei municipal.

Fonte: Ascom MPE-TO

ATENÇÃO!

Os comentários do Portal Tocnoticias via Facebook, são de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook. Procure escrever de maneira clara para que todos possam entendê-lo. Evite o uso de palavrões, acusações sem provas, discriminação ou difamação.

Em Destaque

Trio que Matou Comerciante é Preso Pela Polícia Civil e Adolescente Conta Detalhes de Como Assassinou José Gonçalo

Foto da notícia

Data: 12/01/2019 04:40:28 - Visualizações: 12009

Notícias Relacionadas

12/12/2018
Alexandre Mattos Será Diretor de Futebol do Palmeiras Mais Três Anos

12/12/2018
Quer Ganhar Dinheiro Acompanhando Esporte?

28/11/2018
393 Milhões de Reais Repartidos Pela Libertadores da América

25/10/2018
Final do Campeonato Municipal de Futebol de Tocantinópolis Acontece Neste Sábado, 27

28/07/2018
Libertadores da América Terá Árbitro de Vídeo nas Quartas de Final

23/07/2018
Final da Copa Beira Rio de Futsal de Tocantinópolis Será Nesta Segunda-feira, Dia 23

Todas as Notícias