Em Cachoeirinha, Vice-Prefeito e Três Vereadores Deixam a Base do Atual Gestor Para Apoiar a Pré-candidatura de Paulo Macedo

Data do post: 27/05/2016 22:15:02 - Visualizações: (1812)    Imprimir

Como diria o personagem fictício "Coxinha", da TV Diário de Fortaleza: "Prefeito que não procedeu, a tesoura comeu", e como em Cachoeirinha não tem o "Coxinha da Televisão", quem resolveu tesourar o atual gestor da cidade, foram 03 vereadores que faziam parte da base do governo local e mais o vice-prefeito, que pularam fora da administração considerada por muitos uma "barca furada".

imagem do site www.tocnoticias.com.brAté há alguns dias atrás, o prefeito Erisvaldo Resplandes o "Preto", figurava como o pré candidato favorito para ganhar as eleições em Cachoeirinha, porém, uma reviravolta política daquelas de cair o queixo do eleitor mais incrédulo aconteceu, e assim, o atual gestor está vendo o sonho da reeleição se distanciar mais depressa do que se podia imaginar, já que o mesmo perdeu grande parte de sua base aliada na câmara, formada por lideranças políticas de grande expressão na política de Cachoeirinha.

Além dos vereadores, Preto ainda conseguiu após não cumprir com compromissos firmados com seu vice-prefeito Cícero Marinho Leão, o "Cição",  fazer com que este também deixasse sua base e fosse abraçar a pré candidatura do atual vereador Paulo Macedo que já desponta como um dos favoritos ao cargo de prefeito de Cachoeirinha.

imagem do site www.tocnoticias.com.brPara averiguar a veracidade dos fatos amplamente divulgado nas redes sociais, nossa equipe de reportagem foi até a cidade de Cachoeirinha, onde conseguimos sem muito esforço, entrevistar as peças chaves desta reviravolta política, e o primeiro a ser entrevistado foi o vereador Edivaldo Gomes Marques (PMDB), que na interlocução não escondeu os motivos por ter deixado a base do atual gestor e agora trabalha na oposição.

Edivaldo relatou que sempre se dava muito bem com o gestor quando este era vereador citando que eles tinham uma história muito longa relacionada a trajetória política. "Todo mundo sabe que eu era o líder dele na bancada aqui na Câmara Municipal, fizemos uma história muito longa, a gente teve uma união impecável com cinco vereadores quando éramos adversário do ex-prefeito Zélio Herculano, e devido essa união dos cinco conseguimos eleger o prefeito atual, todo cachoeirense sabe disso, e quando colocamos ele como prefeito percebemos uma diferença dele em relação a nós, e o que eu percebi era que nós éramos articuladores e depois estávamos sendo articulados por pessoas que não tem nada a ver com a política, então resolvemos sair, largamos ele devido a esses motivos e agora vamos acreditar na pré-candidatura do Paulo Macedo". Explicou Edivaldo. (Assista a entrevista na íntegra no vídeo abaixo)

imagem do site www.tocnoticias.com.brPor telefone marcamos também entrevista com o Vereador Francisco Andrade Silva (PMDB), conhecido na cidade como "Chico Fuboca", que disse durante a prosa que eles haviam trabalhado durante quatro anos para conseguir eleger o atual gestor, relatando que todos eram unidos, caminhavam juntos e depois dele eleito a união não aconteceu mais. "Ele procurou fazer as coisas só, passou a articular sozinho, as vezes não procurava a gente, e a sociedade sempre perguntava o porquê disso, e esse motivo eu também não sei, não sei porque ele fez isso, abandou nós porque naquele tempo as ideias todas serviam e hoje porquê que não serve mais?". Indagou Francisco.   

"A gente ver a situação que estão as ruas, três anos se foram, nós estamos no quarto ano e queríamos ver a Cachoeirinha bonita, boa pra se morar, boa pra se viver, queremos ver ela com mais serviços, com mais empregos, com mais oportunidade pros nossos jovens, também para os produtores rurais já que nós temos várias máquinas, mais na zona rural do qual eu faço parte a gente vê a calamidade, não temos plantação porque falta incentivo e eu acredito que seja do poder público, já que nossas terras são boas, férteis e com muita água e o que tá faltando é o incentivo do gestor". Explicou Andrade.

Sobre o apoio do grupo para o pré-candidato Paulo Macedo, Chico Fuboca relatou que era porque ele é companheiro de Câmara além de ser uma pessoa que Francisco acha que poderá alavancar o município além de ser da própria cidade. "Voltando um pouco ao passado, lembro que nosso município já foi estuprado por gestores passados que não são filhos daqui, foram quatro mandatos de pessoas que não são daqui! Hoje nós queremos colocar pessoas daqui que tenham compromisso com a sociedade, com a nossa cidade e com nosso povo, e acredito que Paulo Macedo vai fazer isso". Sustentou Francisco. (Assista a entrevista na íntegra no Vídeo Abaixo)

imagem do site www.tocnoticias.com.brO vice-prefeito Cícero Marinho Leão (PSL), o "Cição", relatou em sua entrevista que tem mil motivos para ter saído da base, porém, o mesmo não conseguiria lembrar de todos no momento mais um dos principais seria o motivo de que o prefeito só prometia as coisas para o povo e nunca cumpria. "Nossos eleitores confiaram em mim, quase meu deu depressão por causa de tanta cobrança do povo e nós não poder fazer nada pois quem poderia fazer era o gestor e agora que já estamos com três anos e meio de mandato, eu não vejo mais nada a fazer". Explicou Cícero que ainda citou a questão dos empregos já que segundo ele não teve nada do que foi prometido na campanha e que agora em ano eleitoral tá aparecendo emprego pra todo mundo. "Os corredores agora estão todos cheios de empregados, o que é muito bom para o povo já que nossa cidade é carente mais isso deveria ter acontecido desde o início do nosso mandato, nossa cidade é muito deficiente nesta questão". Relatou Cição.

Cícero citou ainda em sua fala que a cidade não pode ficar nas mãos de quem não tem compromisso com o povo e um dos motivos dele estar agora apoiando a pré-candidatura de Paulo Macedo seria porque o mesmo nasceu e se criou em Cachoeirinha. "Vamos apostar em gente que tem compromisso com nossa cidade, que gosta da cidade igual eu, e outros muitos que gostam dela". Desabafou o vice.

"Quando ele 'Preto', me chamou para essa caminhada que deu certo, era completamente diferente ele disse como que iríamos trabalhar e hoje eu não vejo nada, ele não tem compromisso chega de Palmas e não fala o que trouxe de novidade nem o que fez por lá e a gente fica sem saber o que dizer pro povo e o povo cobrando dizendo 'Cição vamos fazer isso', e eu ficava sem saber responder, e esse são alguns motivos pra eu estar saindo da base porque a gente entra na política é pra gente participar da mudança da cidade porque a gente gosta dela, trabalha, ver praças bonitas, e hoje nossas praças estão acabadas as ruas estão acabadas e não tem movimento e eu acho uma vergonha pra mim mesmo, porque quantas coisas eu garanti em cima do palanque e hoje não está acontecendo nada, está faltando seis meses pra acabar o mandato dele e em prefeitura ninguém se faz milagre, a gente faz é trabalho, meus motivos são esses". Finalizou Cícero Marinho.  (Assista a entrevista na íntegra no vídeo abaixo)

imagem do site www.tocnoticias.com.brO presidente da Câmara Nazi Neto Pires Cirqueira (PT), conhecido por "Neto Pires", também concedeu entrevista não escondendo seu descontentamento com o atual gestor do município. "Em primeiro lugar a democracia tem que prevalecer,  todo e qualquer cidadão tem o direito de escolher em quem votar livremente. Quando eu votei no Preto foi pra o mesmo exercer o mandato de quatro anos. Já votei várias vezes em reeleições para o cargo do executivo e não valeu a pena, ninguém tem uma estrela na testa para sabermos quem é bom ou ruim, mais chega de reeleição. Um exerce o mandato e passa de um pra outro e assim sucessivamente. Elegemos o Preto presidente da Câmara, elegemos o Preto a prefeito, sabemos que ele tem o direito a reeleição, mas pelo que fizemos por ele, pra ser companheiro de verdade, teria que no inicio deste ano que é o ano de eleição, ter convocado nós vereadores da base dele, que lutamos por ele tanto tempo, fomos companheiro até o presente o carregando nas costas o tempo todo, e ter consultado se algum de nós teria interesse em ser candidato a sua sucessão e não bater no peito e dizer que é candidato". Explicou Neto Pires, que continuando disse que para estar no cargo de Presidente da Câmara hoje foi porque o mesmo foi apoiado pelos oito vereadores mais isso só teria sido possível graças as articulações que foram feitas escondidas do prefeito Preto, pois segundo Neto, o gestor dizia nos bastidores que não o queria como presidente porque ele era muito polêmico.

"Hoje nós temos vários pré-candidatos a prefeito mais eu escolhi o Paulo Macedo por ser um filho de Cachoeirinha, é jovem e já é um vereador que poderá fazer a diferença. Se eu errar vai ser com a consciência limpa, com a consciência tranquila e o passado e o presente eu tenho conhecimento mais o futuro só pertence a Deus". Disse Neto. (Assista a entrevista no vídeo abaixo)

imagem do site www.tocnoticias.com.brO vereador Ranniery Miranda Almeida (PP), também concedeu entrevista mesmo não sendo da base do atual prefeito, já que Ranniery juntamente com Paulo Macedo se mantiveram firmes na oposição desde o início do mandato de Preto, e na sua fala o camarista expôs o seguinte: "Nós fomos eleitos na oposição com cinco vereadores, perdemos três para a atual gestão no início do mandato, nós sabíamos que o atual prefeito não faria uma boa administração, nós ficamos articulando, sabíamos que os três vereadores e o vice-prefeito não estavam satisfeitos tanto com a maneira do prefeito agir como a má administração que ele vinha fazendo, e como eles são vereadores bem estruturados, bem reconhecidos na sociedade, que prestam serviço pra comunidade, nós ficamos articulando pois é um grupo da oposição juntamente com alguns outros líderes políticos e até que enfim chegamos a essa conclusão. E nós recebemos esses três vereadores e o vice de braços abertos e estamos prontos para enfrentar uma pré-candidatura do nosso amigo e companheiro Paulo Macedo nessas eleições de 2016". Secundou Ranniery. (Assista a entrevista logo abaixo) 

imagem do site www.tocnoticias.com.brPor ultimo entrevistamos o pivô da crise na base do prefeito Preto, o também pré-andidato a prefeito Paulo Macedo Damacena (PV), um jovem de apenas 38 anos que está vendo seu nome ser alçado para cima numa campanha que ainda reserva várias surpresas.

Durante a entrevista Macedo disse que como pré-candidato a prefeito tinha muito a agradecer e que estava muito feliz pela decisão dos seus três companheiros de Câmara ter decidido lhe apoiar, dizendo ainda que em nome de toda sua equipe que eles ainda estão de braços abertos para aceitar os apoios das lideranças da sociedade. "Tínhamos uma expectativa muito grande de ter o apoio desses líderes políticos que faziam parte da base do prefeito. Pessoas que são lideranças idôneas, sempre trabalharam em prol da sociedade e hoje nós estamos aqui juntos, eles apoiando minha pré-candidatura no intuito de juntos a gente fazer um trabalho que venha contribuir com o desenvolvimento de nossa cidade e o bem estar social. Eu espero que juntos a gente possa realmente fazer um trabalho em minha cidade natal". Relatou Macedo.   

Perguntamos a Paulo se um dos motivos dele ter se mantido na oposição desde o início da gestão de Preto, havia sido por o mesmo ter adivinhado que a gestão não seria boa e Macedo respondeu o seguinte: "Eu, como oposição, nunca acreditei que seria uma boa gestão mais eu esperava que fosse um pouco melhor, infelizmente ele não me contrariou, apesar de que eu queria ter sido contrariado por bons trabalhos do atual gestor, mais infelizmente não foi possível me contrariar, então a gente está aqui como uma alternativa, e peço um oportunidade da sociedade para dar apoio a minha pré-candidatura pra gente mostrar nosso trabalho também como filho de Cachoeirinha". Explicou Paulo Macedo. (Assista a entrevista no Vídeo Abaixo)  

Fonte: Redação do Tocnoticias

ATENÇÃO!

Os comentários do Portal Tocnoticias via Facebook, são de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook. Procure escrever de maneira clara para que todos possam entendê-lo. Evite o uso de palavrões, acusações sem provas, discriminação ou difamação.

Em Destaque

Em Entrevista, Prefeito de Tocantinópolis Fala dos Seus Primeiros 11 Meses Como Gestor e Rebate Críticas

Foto da notícia

Data: 20/11/2017 05:11:38 - Visualizações: 679

Notícias Relacionadas

19/11/2017
Em Xambioá, PM Prende Mulher por Roubo na Casa de Idoso Deficiente e Detém o Namorado Dela que Estava de Posse de um Revólver

13/11/2017
ENEM 2017: Polícia Militar Garante Segurança do Certame

13/11/2017
Em Palmeiras do Tocantins/TO, Polícia Militar Recupera Motocicleta Abandonada

13/11/2017
Mais Uma Motocicleta Roubada é Recuperada Pela Polícia Militar em Ananás

03/11/2017
Policiais Militares Evitam Suicídio de Mulher em Araguaína

03/11/2017
Homem Detido em Araguatins com Suposto Carro Clonado Afirma Que o Veículo Está Totalmente Regular

Todas as Notícias