Faça seu login Cadastre-se

Olá Visitante.

Pesquise notícias

Publicidade

Assembleia Define Comissão Parlamentar Para Analisar Impactos da Usina de Estreito na Seca do Rio Tocantins

Data do post: 24/10/2016 13:32:41 - Visualizações: 2450                                                                                                         Imprimir

A Assembleia Legislativa do Maranhão aprovou requerimento de autoria do deputado estadual, Professor Marco Aurélio (PCdoB), para a criação da comissão parlamentar para fazer uma visita técnica nas instalações da hidrelétrica de Estreito afim de investigar os impactos ambientais sofridos pelo rio Tocantins e dar uma resposta à população da Região Tocantina.

Foto: DivulgaçãoA comissão, formada por cinco deputados, foi definida e será composta pelos deputados Professor Marco Aurélio (PCdoB), Antônio Pereira (DEM), Léo Cunha (PSC), Valéria Macedo (PDT) e Adriano Sarney (PV), todos selecionados via indicação dos blocos parlamentares da casa.

O deputado Marco Aurélio esclareceu sobre importância de buscar alternativas para minimizar os impactos da severa estiagem que atinge a região. “A intenção é investigar se a hidrelétrica está retendo água além do que lhe é permitido e cobrar do consórcio que faz a gestão que ajude a garantir o equilíbrio ambiental, pois o nosso rio está em situação nunca antes vista. Sendo assim, queremos visitar a usina e discutir, juntamente com membros da secretaria estadual do meio ambiente, ministério público e representantes da sociedade civil organizará, para que os técnicos possam nos esclarecer todas as questões técnicas e buscar maneiras de ajudar a amenizar a seca que assola nosso rio. Não podemos somente esperar chover. Precisamos fazer a nossa parte”, destacou o parlamentar.

Fonte: Oprogressonet

ATENÇÃO!

Os comentários do Portal Tocnoticias via Facebook, são de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook. Procure escrever de maneira clara para que todos possam entendê-lo. Evite o uso de palavrões, acusações sem provas, discriminação ou difamação.

Comentários (1)

você precisa estar logado para comentar Logar 

24/10/16 - Luiz Dias  disse:

Situação bastante crítica e que pode não ser tão fácil de resolver, enquanto o capital for prioridade em relação ao ser humano e ao Planeta, teremos esse tipo de problema. De um lado temos as barragens para produção de energia que têm de serem feitas a qualquer custo não importando o tamanho do impacto, por outro lado vem a questão do desmatamento desordenado, sobretudo, para plantio de soja e eucalipto não importando que tipo de nascente vá matar, entra também questão da relação florestas e chuvas, pois entre estas há, segundo estudiosos do assunto, uma relação muito próxima, e nossa região que vem sofrendo com os fortes desmatamentos, temos ainda os desmatamentos da Amazônia que contribuem fortemente para a falta de chuva não só lá como aqui também. Portanto, algo, sobretudo, em termos legais deve ser feito, por exemplo, se um fabricante de artesanato de madeira derruba um pé de Pequi, o IBAMA vai lá toma as ferramentas e multa a pessoa, mas se os produtores de soja tiram a licença no IBAMA podem desmatar sem deixar um pé de Pequi em de pé.

PUBLICIDADE

Destaque

Reunião no MP Definiu Regras Ambientais na Temporada de Praia em Tocantinópolis e Região

Foto da notícia

Data: 24/06/2017 09:14:40 - Visualizações: 2674

A reunião que tratou de assuntos inerentes a temporada de Praias 2017 aconteceu na ultima Quarta Feira (21), no Plenário Natalino Resplandes de Araújo no prédio das promotorias de...

Endereço

Avenida Nossa Senhora de Fátima - 1595, Centro

Contato

(63) 3471-1970, (63) 8119-0520 (Tim), (63) 8441-0195 (oi), (63) 9957-1100 (Vivo) e (63) 9276-6362 (Claro)

Siga-nos

2014 - TocNoticias - Portal de Notícias - Todos direitos reservados...

Administrado por: Roberlan Cokim