Faça seu login Cadastre-se

Olá Visitante.

Pesquise notícias

Publicidade

Moradores do Povoado Mumbuca Reclamam do Fechamento da Escola Municipal Rawlison Aguiar

Data do post: 07/01/2017 17:11:51 - Visualizações: 5306                                                                                                         Imprimir

Mães de alunos dizem que as crianças são muito pequenas para irem de ônibus. Prefeito Paulinho do Bonifácio diz que é inviável manter a escola funcionando com tão poucos alunos.

Imagem do Site www.tocnoticias.com.brMal começou o mandato e o prefeito Paulinho do Bonifácio está tendo que tomar algumas decisões consideradas polêmicas, dentre elas o fechamento de duas escolas municipais, uma localizada no Povoado Palmeirópolis, conhecido como "Povoado Passarinho", e a outra é a Escola Municipal Rawlison Aguiar da Silva, que funciona no Povoado Mumbuca na zona rural do município, ficando distante cerca de 06 km da cidade.

Ao saberem da novidade, os pais dos alunos começaram a organizar um abaixo assinado para tentar impedir, o que segundo eles afirmam ser a única benfeitoria que a comunidade recebe por parte da prefeitura.

Imagem do Site www.tocnoticias.com.br"Tenho duas filhas que estudam aqui e eu reuni o pessoal da comunidade as mães e os alunos porque querem fechar nossa escola e nós não temos condição de levar essas crianças pra rua, lá pra cidade, e também ninguém tem coragem de jogar uma criança de 05 anos dentro de um ônibus nas mãos de uma monitora que a gente não conhece, na mão de um motorista que a gente não conhece, e que Deus nos livres a gente manda pra rua e acontece alguma coisa quem é que se responsabiliza? Porque quando o prefeito veio aqui pedir nosso voto ele veio na minha casa, na minha residência, e eu falei pra ele sobre a escola, o que ele me prometeu não foi fechar não, ele prometeu que ia ter melhoria que ia colocar um vigia que ia colocar um zelador e não falou de fechamento não, porque que agora que ele pegou a posse ele tá querendo fechar por causa de gastos? Tem dinheiro para fazer praças em todo lugar pra fazer quadra. Gente, aqui nós não temos nada, nós não temos uma praça não temos uma quadra, o que nós tem é essa escola, nós só tem essa escola, e o que nós tem quer tirar de nós? E nossos filhos, as nossas crianças pra onde é que vão? nós vamos mandar pra um lugar uma distancia dessa? Não tem condição de mandar pra um lugar daquele lá não! Com uma pessoa que a gente não conhece, jogar as crianças dentro de um ônibus, jogar e pronto acabou, não é assim não, o pais se preocupam com os filhos. E agora vai fazer isso por causa de gastos, e pra onde é que vai esse dinheiro da economia que vão fazer se fechar se fechar a escola? Que eu saiba o dinheiro é pra investir em educação e saúde. Porque aqui prometeu pra nós, quadra, prometeu postinho de saúde, prometeu tantas coisas, e só o que nós pede é só nossa escola, porque é só o que nós tem é nossa escola! porque quando ele veio pedir o voto ele não falou que ia fechar? Ele prometeu que ia dar melhoria pra escola, por que eu acho que fechamento não vai ser melhoria pra ninguém, por que os pais trabalham, as mães trabalham, quem é que vai trabalhar sabendo que os filhos estão em uma distancia dessa sem ter algum meio de transporte para ir saber pelo menos como a criança está? Aqui não, aqui qualquer coisa que acontece a gente pode vir aqui rapidamente para saber o que está acontecendo, como que a gente vai sair daqui para a cidade? Sinceramente eu acho isso um absurdo esse fechamento dessa escola, porque nós não temos nada aqui, aqui é um lugar esquecido, aqui é totalmente esquecido, o que nós temos é só essa escola e se fechar? Só vieram aqui para pedir nosso voto, e prometer que vai dar melhorias, por que o mato estava subindo lá atrás, e quem limpou lá atrás foi os pais que se reunirão e foram limpar, porque eu mostrei foi pra ele que veio aqui na minha casa, sentou no meu sofá e conversou comigo, eu falei olha o que eu peço para você é só melhoria na escola ele, falou assim: 'Vai ter melhorias, vamos colocar um zelador, vamos fazer isso, e isso', agora que pegou a posse a promessa é fechar? Não é homem de cumprir a promessa não? fala uma coisa e faz outra?". Desabafou Magna Sousa. (Assista ao apelo da mãe no vídeo abaixo)

Imagem do Site www.tocnoticias.com.brOutra moradora que também se manifestou diante das câmeras foi a Senhora conhecida por Leila, que em sua fala explicou que não tem filhos estudando na escola mais tem vários sobrinhos e perguntou ao prefeito: "Que país é esse? que estado é esse que se fecha escola para economizar? É inadmissível a pessoa dizer que vai fechar escola para economizar. Você tem acho que cinco dias e já está tomando umas atitudes vamos dizer assim, impopulares dessa? Eu vou te falar, aqui o gasto é mínimo! Aqui não tem zelador, aqui não tem vigia, a gente não dar esse gasto para o município não, aqui só tem professora, diretora, e uma merendeira, ou seja, quatro mirrados funcionários que você vai ter que deslocar para outro lugar, você vai ter que continuar pagando esses mesmos funcionários e porque não pagá-los para trabalhar aqui, em uma comunidade esquecida dessa? A gente não tem nada velho, a gente não tem nada, a única coisa que a gente tem aqui é essa escola! E só tem quatro funcionário Paulinho, que economia grande é essa que você vai fazer com quatro funcionários? Pelo amor de Deus cara olha o tanto de gente aí, de mães, de pais, olha o tamanho dessas crianças, a gente está pedindo para você é por favor, coloca a mão na consciência, eu não sei se você é pai mais se você não é, um dia você vai ser, com certeza as suas crianças vão estudar em escolas particulares, mais os nossos só tem isso aqui, olha o tamanho dessa escola, pelo amor de Deus Paulinho, coloca a mão na consciência, a gente está pedindo por favor". Pediu a Senhora Leila.

Imagem do Site www.tocnoticias.com.brUma outra moradora de nome Maiara Sousa de Jesus de 22 anos, que afirmou ser mãe de dois filhos que estudam nessa escola, nos explicou que as crianças já eram para estar matriculadas, mais do nada vieram avisar que iriam fechar a escola. "Tenho dois filho para eu criar e dois filho para entrar na escola, como que eu vou sair daqui com dois meninos e colocar lá naquele setor pra lá? Não tem condições gente, é nossa escola, nós temos que lutar por ela, não pode fechar de jeito nenhum, eu sou com todos aqui e olha que tem mais gente pra vir e não veio por causa que alguns estão trabalhando, mais é nosso dever estar lutando pela escola que não pode fechar". Defendeu Maiara.

Imagem do Site www.tocnoticias.com.brA Clesiane da Silva Alves de 31 anos, ressaltou que tem dois filhos que estudam na Escola Rawlison Aguiar, e que se diz preocupada deles ter que sair do povoado para estudar na cidade. "É muito longe pra a gente está indo ver como é que eles estão. Quando eles disseram que ia fechar a escola, só que eles não vieram aqui dizer pra gente que dia que ia fechar. Quando vieram ontem já vieram dizendo que a escola já estava fechada, e já entregaram as matriculas das crianças dizendo que era pra a gente procurar outra escola para matricular eles de ultima hora. Quando ele veio aqui na política ele não falou de fechar a escola, ele falou que ia trazer melhorias pra escola, que ia fazer quadra, que ia fazer praça, iria trazer melhorias para a escola, aqui na escola não tem vigia, o mato está entrando dentro da escola, aqui a gente não tem prioridade de nada, aqui no Povoado Mumbuca a gente é esquecido, a gente só é lembrado de quatro em quatro anos, quando é no tempo deles vir pedir votos. Aqui a gente se reuniu com um abaixo assinado dos pais e dos moradores da comunidade para não fechar a escola". Relatou Clesiane.

Imagem do Site www.tocnoticias.com.brEnquanto nossa equipe entrevistava as moradoras reclamantes, o vereador Francisco de Assis Gomes de Oliveira (PP), chegou na localidade, e também fez uso da palavra dizendo que achava um descaso com o povo da comunidade. "O dinheiro do Fundeb tem. E ele disse que é pra economizar gasto? Que gastos? E esse dinheiro vai para onde? O povo da Mumbuca não tem pra onde recorrer não. O povo da Mumbuca nunca foram beneficiadas pelas coisas publicas, o povo da Mumbuca na gestão passada de oito anos, prometeram os banheiros, prometeram isso, prometeram aquilo e nada cumpriram, e o único beneficio que o povo da Mumbuca tem é essa escola e assim vai fechar, e os pais vão ficar como? O beneficio maior da Mumbuca vai sair que é a educação para os jovens, para as crianças, são nove alunos, mais vão vir mais seis, pode ficar aberta sim, não fica pelo desmando, e o povo da Mumbuca já generaliza os seis dias de mandato do atual prefeito". Disse Francisco de Assis.

Imagem do Site www.tocnoticias.com.brEntramos em contato por telefone com o Prefeito Paulinho do Bonifácio e este nos explicou que fica inviável a manutenção da Escola Municipal Rawlison Aguiar e também da Escola Municipal 7 de Setembro do Povoado Passarinho abertas com tão poucos alunos. Segundo o gestor, para manter a Escola do Povoado Mumbuca aberta para dar aula para os 07 alunos que tem no momento, seria preciso manter outros setes funcionários, sendo estes, um diretor, um coordenador, uma professora ou professor, uma zeladora ou zelador, uma merendeira, e dois vigias, e no momento de crise que o país enfrenta, economizar é a palavra chave para uma boa administração.

Perguntamos ao prefeito o que seria feito do prédio onde funciona a escola, se ficaria abandonado, Paulinho disse que usaram para uma outra especificidade, como por exemplo um local para dar aulas de informática para a comunidade, ou até mesmo para atendimentos na área da saúde.

Fonte: Redação do Tocnoticias

ATENÇÃO!

Os comentários do Portal Tocnoticias via Facebook, são de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook. Procure escrever de maneira clara para que todos possam entendê-lo. Evite o uso de palavrões, acusações sem provas, discriminação ou difamação.

Comentários (0)

você precisa estar logado para comentar Logar 

Esta notícia não tem nenhum comentário, seja o primeiro!

PUBLICIDADE

Destaque

Em Luzinópolis, Aprovados no Concurso de 2016 Aguardam Convocação em Meio a Contratações em Massa no Município

Foto da notícia

Data: 22/03/2017 20:05:44 - Visualizações: 1183

A reclamação oriunda dos aprovados é de que a atual gestão, apesar de ter homologado o concurso na data de 27 de Janeiro de 2017, até agora não convocou ninguém, mais segue contratando familiares do prefeito...

Endereço

Avenida Nossa Senhora de Fátima - 1595, Centro

Contato

(63) 3471-1970, (63) 8119-0520 (Tim), (63) 8441-0195 (oi), (63) 9957-1100 (Vivo) e (63) 9276-6362 (Claro)

Siga-nos

2014 - TocNoticias - Portal de Notícias - Todos direitos reservados...

Administrado por: Roberlan Cokim