Comissão Aprova Substitutivo da Deputada Professora Dorinha de Apoio a Adolescentes Grávidas

Data do post: 12/05/2017 16:36:54 - Visualizações: (359)    Imprimir

A Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher aprovou na última quarta-feira, 10, o texto substitutivo da deputada Professora Dorinha (Democratas/TO) do Projeto de Lei 166/11 que dispõe sobre a criação de Casas Apoio destinadas ao atendimento de adolescentes grávidas. 

Gab. Deputada Professora DorinhaO substitutivo segue para apreciação nas Comissões de Finanças e Tributação e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

O projeto cria o Programa de Casas de Apoio para acolher adolescentes grávidas nas regiões onde o índice de gravidez na adolescência for considerado alto. Como diretrizes, a matéria visa criar incentivos à implementação de políticas públicas voltadas à população carente, tanto no sentido de dar apoio psicológico e assistência à saúde às adolescentes gestantes, como inserir medidas socioeducativas voltadas à orientação sexual, prevenção da gravidez indesejada e planejamento familiar.

A proposta atribui ao Executivo o dever de fiscalizar e aplicar essas diretrizes e indicar o órgão responsável pela aplicação de penas e estabelece que as despesas terão dotações próprias e serão suplementadas caso necessário.

Professora Dorinha destacou que 26% das jovens oriundas de famílias de menor rendimento engravidam entre 15 e 19 anos, enquanto nas de maior renda, o percentual é de 2,3%. Isso reflete a repercussão de condições de vida desfavoráveis sobre a saúde das pessoas.

Nos últimos dez anos, a taxa de nascidos vivos de jovens menores de 20 anos no Brasil se manteve em patamar elevado —de 21,1% do total, em 2007, para 21,2%, em 2016. Especialistas apontam um ciclo: quanto mais periférica e vulnerável a população, mais mães jovens, condição que agrava a pobreza e gera mais gestações antecipadas. Além disso, a evasão escolar entre elas é alta, e a inserção no mercado de trabalho é baixa. Estudo do Ipea apontou que 76% das brasileiras de 10 a 17 anos que têm filhos não estudam -e 58% não estudam nem trabalham.

Fonte: Gab. Deputada Professora Dorinha

ATENÇÃO!

Os comentários do Portal Tocnoticias via Facebook, são de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook. Procure escrever de maneira clara para que todos possam entendê-lo. Evite o uso de palavrões, acusações sem provas, discriminação ou difamação.

Em Destaque

Delegado Tiago Daniel se Envolve em Acidente de Trânsito com Menor Pilotando Motocicleta

Foto da notícia

Data: 18/10/2017 00:35:30 - Visualizações: 1877

Notícias Relacionadas

17/10/2017
Solução Para Setor Alto Bonito, em Araguaína, Precisa de Articulação Interinstitucional

17/10/2017
Ex-prefeito de Taipas é Condenado a Devolver o Valor de R$ 11,7 Mil ao Município

17/10/2017
Corpo de Bombeiros Realiza Entrega de Equipamentos e Lança Projeto Cinoterapia

17/10/2017
Hospital Regional de Gurupi sem Infraestrutura Adequada e com Equipamentos Quebrados

17/10/2017
Processo em Grau de Recurso Termina em Conciliação com Apoio do Nupemec

17/10/2017
Naturatins Capacita Gestores Municipais da Região de Araguaína Para o ICMS Ecológico

Todas as Notícias