Setas Capacita 87 Técnicos do CadÚnico e Bolsa Família

Data do post: 12/05/2017 21:42:42 - Visualizações: (433)    Imprimir

Com o objetivo de qualificar e garantir a oferta de serviços de qualidade à população no acesso aos programas sociais, 87 entrevistadores do Cadastro Único de Programas Sociais (CadÚnico) dos municípios tocantinenses participaram de um treinamento de quatro dias, coordenado pela  Secretaria de Estado do Trabalho e Assistência Social (Setas). O encontro ocorreu na Escola Fazendária (Egefaz), em Palmas.  

Setas-TOSegundo a coordenadora estadual do Programa Bolsa Família (PBF), Carmem Vendramini, o treinamento é de extrema importância para os profissionais promoverem troca de informações, soluções de dúvidas e esclarecimentos sobre o serviço. “Esses treinamentos impactam diretamente na melhoria da qualidade dos serviços destinados aos usuários desses programas. Por isso é preciso que os entrevistadores do programa estejam capacitadas para poderem acompanhar, monitorar, avaliar e promover a oferta de serviços, programas e ações voltadas para benefícios de pessoas em situação de risco”, disse.

O entrevistador do CadÚnico de Ipueiras do Tocantins, Leonilson Neves, avaliou o treinamento como positivo. “Estou atuando na gestão do cadastro há pouco tempo, me considero um leigo sobre os serviços do Programa. Acredito que este treinamento é uma troca de experiência com os outros entrevistadores. Aqui tivemos a oportunidade de sanar todas as nossas dúvidas”, disse.

Do mesmo pensamento, compartilha a entrevistadora da cidade de Porto Alegre, Poliana Silva, que argumentou que o encontro vem ampliar seus conhecimentos sobre o Programa. “Estou encantada com o treinamento, é bem explicativo. Setas-TOConsegui esclarecer minhas dúvidas e estou voltando para meu município com outra bagagem de conhecimento”, explicou.

Durante o encontro foram abordadas técnicas de entrevista, a postura do entrevistador, a importância do Cadastro Único, os programas que o usam como base, entre outras informações.

Cadastro Único

O Bolsa Família é apenas um dos programas a que a população de baixa renda pode ter acesso ao se inscrever no Cadastro Único de Programas Sociais. O sistema é porta de entrada para mais de 20 programas sociais. Para se cadastrar, as famílias devem ter renda mensal de até meio salário mínimo (R$ 468,50) por pessoa.

O cadastro deve ser feito nas secretarias municipais de assistência social ou nos Centros de Referência de Assistência Social (Cras). A pessoa responsável pela família deve levar o título de eleitor ou o CPF e um documento de cada membro da família.

Fonte: Setas-TO

ATENÇÃO!

Os comentários do Portal Tocnoticias via Facebook, são de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook. Procure escrever de maneira clara para que todos possam entendê-lo. Evite o uso de palavrões, acusações sem provas, discriminação ou difamação.

Em Destaque

Delegado Tiago Daniel se Envolve em Acidente de Trânsito com Menor Pilotando Motocicleta

Foto da notícia

Data: 18/10/2017 00:35:30 - Visualizações: 7854

Notícias Relacionadas

18/10/2017
Tribunal do Júri: Temporada de Julgamentos tem Início em Araguaína

18/10/2017
Tocantins Levará Propostas do Estado Para Conferência Nacional

18/10/2017
Autores do Roubo à Farmácia São Presos Pela Polícia Civil em Lagoa da Confusão

18/10/2017
Vice-presidente do Naturatins Participa de Apresentação do Programa Tesouro Verde

18/10/2017
TJTO Assina Termo de Cooperação Para Qualificar Adolescentes em Situação de Vulnerabilidade

18/10/2017
Conferência Estadual de Assistência Social Aborda Importância da Garantia de Direitos

Todas as Notícias