Suspeita de Praticar Crime Bárbaro no Sudeste do Estado é Presa Pela Polícia Civil

Data do post: 17/05/2017 16:26:55 - Visualizações: (359)    Imprimir

Policiais Civis da 8ª Delegacia Regional de Dianópolis, no sudeste do Estado, prenderam na tarde desta terça-feira, 16, Diran Bispo dos Santos, 33 anos. Ela e o ex-marido Wanderson Nascimento Sousa, vulgo “Dundum”, são suspeitos pelo homicídio e ocultação do cadáver de Marineis de Sousa, fato ocorrido no dia 26 de dezembro de 2015, na zona rural de Dianópolis.

Secretaria de Segurança Pública-TOConforme o delegado Afonso José de Azevedo Lyra Filho, que comandou a operação, Diran foi localizada quando se encontrava na residência de sua mãe e, desta maneira, presa mediante o cumprimento de mandado de prisão preventiva, expedido pelo juízo da Comarca de Dianópolis. “Através das investigações, sabíamos que a suspeita, que estava residindo na zona rural da cidade, vinha frequentemente a Dianópolis para visitar a mãe e realizar tratamento de saúde, devido a uma lesão por violência doméstica. Desta maneira, monitoramos as ações da mulher e conseguimos efetuar sua prisão”, frisou o delegado.

Após ser capturada Diran Bispo foi conduzida à delegacia da cidade, onde o delegado deu cumprimento ao mandado judicial, por homicídio qualificado e ocultação de cadáver que havia contra ela. Em seguida, após os procedimentos cabíveis, Diran foi recolhida a uma das celas da carceragem da Casa de Prisão Provisória da cidade, onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário e a espera de vaga no sistema carcerário feminino do Estado.

O crime

Segundo apontaram as investigações da Polícia Civil, no dia 25 de dezembro de 2015, Diran, Wanderson e a vítima foram até as margens de um córrego localizado na zona rural de Dianópolis, onde pretendiam acampar. No local, após várias horas ingerindo bebida alcoólica, houve um desentendimento entre os três e, dessa maneira, Wanderson e Diran assassinaram Marineis, com golpes de pedra e tiros, sendo que a vítima teve o crânio esmagado devido à violência sofrida pelos golpes que recebeu na cabeça.

Após matar a mulher, o casal enterrou seu corpo em uma cova rasa nas proximidades e empreendeu fuga, sendo o corpo de Marineis encontrado somente no dia 27 de dezembro.

Ainda de acordo com o delegado, as investigações continuam com o objetivo de localizar e prender Wanderson Nascimento Sousa, o segundo acusado pela prática do crime que chocou a cidade de Dianópolis pela crueldade.

Fonte: Secretaria de Segurança Pública-TO

ATENÇÃO!

Os comentários do Portal Tocnoticias via Facebook, são de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook. Procure escrever de maneira clara para que todos possam entendê-lo. Evite o uso de palavrões, acusações sem provas, discriminação ou difamação.

Em Destaque

Em Entrevista, Prefeito de Tocantinópolis Fala dos Seus Primeiros 11 Meses Como Gestor e Rebate Críticas

Foto da notícia

Data: 20/11/2017 05:11:38 - Visualizações: 672

Notícias Relacionadas

19/11/2017
Polícia Civil Prende Suspeito por Tráfico de Drogas em Guaraí

19/11/2017
Alunos do Curso de Envidraçamento Apostam em Deficiência de Mão de Obra do Setor Para se Destacarem no Mercado de Trabalho

19/11/2017
Polícia Civil Recupera e Devolve 23 Aparelhos Celulares Roubados em Palmas

19/11/2017
Araguaína Sedia Encontro Sobre Licenciamento Ambiental

19/11/2017
Polícia Civil Apreende Mais de 20 kg de Maconha em Palmas

19/11/2017
ATM Senta com SEDUC e UFT Para Discutir Parcerias de Desenvolvimento aos Municípios

Todas as Notícias