Rouparia Para Realização de Procedimentos Cirúrgicos Está em Falta nos Hospitais Públicos

Data do post: 17/05/2017 17:35:03 - Visualizações: (211)    Imprimir

O Nusa – Núcleo Especializado de Defesa da Saúde da Defensoria Pública do Estado do Tocantins, identificou nas vistorias realizadas nos hospitais públicos do Estado a falta de tecido para forrar os colchões nas macas e cadeiras, roupas dos pacientes e principalmente para os profissionais de saúde, que relatam a paralisação de procedimentos cirúrgicos por falta dos tecidos em todos os setores dos hospitais.

Defensoria Pública-TOO Nusa, objetivando garantir o acesso digno a saúde, recomendou a regularização do fornecimento dos tecidos ao Secretário Estadual de Saúde, no último dia 11, de forma imediata.

A recomendação foi realizada pelos Defensores Públicos Felipe Lopes Barboza Cury, coordenador do Nusa, e Arthur Luiz Pádua Marques, titular da 30ª Defensoria Pública de Saúde da Capital.

O HGPP – Hospital Geral Público de Palmas, conta com estrutura física e de pessoal para realizar a confecção da rouparia, necessitando apenas da aquisição do tecido.

A falta do material agrava o quadro clínico e pode ser causa do óbito dos pacientes em virtude da não realização dos procedimentos adequados a cada patologia, pela falta de campo cirúrgico, ou seja, roupas e tecidos necessários à realização dos procedimentos.

Para o coordenador do Nusa, defensor público Felipe Cury, falta gestão. “Observando pontualmente, o custo deste material se comparado aos custos de tratamentos que estão sendo negligenciados pelo ente estatal, não por falta de materiais ou medicamentos de alto custo, mas por uma nítida falta de gerenciamento do Sistema Único de Saúde, vez que simplesmente a Secretaria da Saúde não consegue comprar tecido suficiente para atender a demanda”, relatou o Defensor Público.

Fonte: Defensoria Pública-TO

ATENÇÃO!

Os comentários do Portal Tocnoticias via Facebook, são de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook. Procure escrever de maneira clara para que todos possam entendê-lo. Evite o uso de palavrões, acusações sem provas, discriminação ou difamação.

Em Destaque

Locutor Fhayne Costa é Acusado de Atropelar e Matar Mulher Grávida, Além de Fugir do Local Sem Prestar Socorro às Vitimas

Foto da notícia

Data: 17/01/2018 01:02:42 - Visualizações: 7502

Notícias Relacionadas

18/01/2018
Após Intervenção da Defensoria Pública, Serviço de Rouparia Está Sendo Normalizado no HGP

18/01/2018
Empresário Dono de Distribuidora de Gás em Palmas é Preso Por Furto de Energia Elétrica

18/01/2018
Edmundo Galdino Desafia Vicentinho a Comparar UPA Abandonada de Araguaína com UPAs de Palmas

18/01/2018
Durante almoço em Porto Nacional, Fabion e Vicentinho Falam Sobre Candidatura de Ronaldo Dimas ao Governo do Estado

17/01/2018
Atrasos do Governo do Estado Levam Prefeitos a Discutirem Medidas Para o Recebimento de Recursos

17/01/2018
FAET Informa que as Inscrições no Cadastro Ambiental Rural São Prorrogadas Para Maio de 2018

Todas as Notícias