Famoso por Furtos e Roubos no Bairro Alto Bonito, Allem Pereira Rodrigues é Morto a Facadas em Tocantinópolis

Data do post: 27/08/2017 13:08:47 - Visualizações: (18879)    Imprimir

A vida de crimes de Allem Pereira Rodrigues de 25 anos, chegou ao fim no início da madrugada deste Domingo (27), quando o mesmo foi esfaqueado na Rua Santo Antonio próximo da própria residência.

Foto: Dirceu LenoImagem do Site www.tocnoticias.com.brSegundo informações de testemunhas Allem foi esfaqueado por um homem que ainda não foi identificado, e depois de furado, a vítima ainda saiu caminhando mais caiu posteriormente e foi socorrido por um taxista que passou no local logo depois do acontecido e o transportou para UPA (Unidade de Pronto Atendimento). Devido ao ferimento ter sido grave a vítima foi encaminhada para o Hospital Regional de Araguaína mais foi a óbito ainda na estrada.

Allem Pereira Rodrigues era o mais velho de três irmãos que juntos eram conhecidos no mundo do crime como "Os irmãos metralhas do Bairro Alto Bonito", sendo estes "Allem, Arlem e Arlon", porém, um a um os irmãos foram sendo mortos por envolvimento no mundo do crime e ameaças que faziam há algumas pessoas na cidade.

Imagem do Site www.tocnoticias.com.brO trio começou a ser desfeito quando no primeiro semestre do ano de 2014, Arlem Pereira Rodrigues vulgo "Manim" foi morto a golpes de faca e facão nas proximidades do Colégio José Carneiro de Brito "O Colégio Padrão". Investigações realizadas depois do crime levaram a polícia aos acusados de cometer o homicídio que segundo consta nos autos fizeram por legítima defesa, já que Arlem vinha supostamente ameaçando seus algozes.

No mesmo ano, apenas 19 dias depois do primeiro irmão ser morto, chegou a vez de Arlon Pereira Rodrigues ser assassinado a tiros no dia 20 de Abril daquele mesmo ano em um estabelecimento conhecido como "Gramados Bar". Na época, testemunhas afirmaram que Arlom estava sentado numa calçada em frente o bar quando um veículo Siena de cor preta estacionou, e um elemento de nome Douglas Cipriano Nogueira desceu do carro já disparando um tiro em Arlon. Ao receber o primeiro disparo a vítima sucumbiu ao chão, momento este que seu algoz foi até ele, segurou pela camisa e disparou mais um tiro fatal na cabeça de Arlon Pereira que morreu minutos depois no próprio local. (Veja logo abaixo, vídeo gravado no local do crime)

Foto Divulgação WhatsappAllem possuía várias passagens pela polícia, inclusive em 2015 o meliante foi preso graças a intervenção do Juiz Erivelton Cabral Assis que se deslocava pela Rua Maranhão nas proximidades do Banco da Amazônia quando o infrator passou em uma bicicleta em alta velocidade á centímetros do automóvel Honda Civic do magistrado, quase colidindo no carro. Não satisfeito Allem injuriou o Juiz com gestos obscenos (mostrando o dedo médio da mão), ao magistrado, que imediatamente reconheceu o elemento e o seguiu acionando também a polícia, já que contra ele pesava várias acusações de furtos e roubos.

No ano seguinte já em 2016, Allem conseguiu fugir da delegacia momentos depois de sua prisão. Na ocasião, Pereira havia sido preso por força de um mandado que havia sido cumprido pelo próprio delegado Tiago Daniel, só que espertamente durante a confecção do auto de prisão, Allem, que aguardava algemado para ser interrogado, pediu água para um policial e quando este foi buscar o precioso líquido, o acusado conseguiu soltar um dos lados da algema e saiu correndo da Delegacia Regional se embrenhando  em um matagal e não sendo mais localizado. Depois da escapada passou a ser considerado um foragido da justiça.

Foto: Dirceu LenoAllem seria preso quase trinta dias depois da fuga quando o mesmo foi surpreendido nas proximidades da Vila Padre Cesar Lelli enquanto se deslocava para a casa de sua mãe. Com Allem foi encontrada em perfeito estado de conservação, a algema que o fujão levou consigo no dia da fuga da Delegacia que ainda estava presa ao seu punho.

Ultimamente, Allem Pereira chegou a trabalhar nas obras de revitalização da feira coberta de Tocantinópolis quando o próprio prefeito Paulo Gomes lhe  deu uma chance de trabalho como diarista, porém, o mesmo passou pouco tempo no serviço.

Fotos: divulgaçãoCom a morte de Allem, Tocantinópolis contabiliza seu 3º homicídio do ano de 2017, o primeiro aconteceu no dia 30 de Janeiro, quando Ariclenes Sousa Brito de 28 anos, vulgo  "Pit Bull", foi morto a golpes de facão pela própria cunhada na residência onde o mesmo morava na rua 21 de Abril.

O segundo assassinato ocorreu a cerca de 19 dias atrás com a morte de Willian de Sousa Lima de 31 anos, conhecido por "Wilian Mãozinha", que foi morto a tiros em uma quadra de esportes do Povoado Palmeirópolis "Passarinho", na zona rural de Tocantinópolis.

Fonte: Redação do Tocnoticias

ATENÇÃO!

Os comentários do Portal Tocnoticias via Facebook, são de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook. Procure escrever de maneira clara para que todos possam entendê-lo. Evite o uso de palavrões, acusações sem provas, discriminação ou difamação.

Em Destaque

Partido dos Trabalhadores Lança Pré-candidatura de Paulo Mourão ao Governo do Estado Nesta Quarta Feira (22)

Foto da notícia

Data: 22/11/2017 13:12:40 - Visualizações: 75

Notícias Relacionadas

20/11/2017
Em Entrevista, Prefeito de Tocantinópolis Fala dos Seus Primeiros 11 Meses Como Gestor e Rebate Críticas

18/11/2017
PM de Tocantinópolis Prende Homem Por Roubo de R$ 1.500,00 em Moedas

17/11/2017
Comando da 5ª CIPM de Tocantinópolis Apresenta Projeto de Videomonitoramento na Câmara

17/11/2017
Prefeitura de Tocantinópolis Não Adere ao Feriado Municipal do 'Dia da Consciência Negra'

16/11/2017
Sessão da Câmara Desta Quinta Feira (16), Tratará de Segurança Pública em Tocantinópolis

16/11/2017
Correição Geral Ordinária na Comarca de Tocantinópolis Acontece Entre os Dias 20 e 24 de Novembro

Todas as Notícias