Tocantinópolis Está em Estado de Alerta Devido Alto Índice de Notificações de Calazar

Data do post: 29/08/2017 19:01:12 - Visualizações: (1811)    Imprimir

O índice de infestação em humanos e animais por leishmaniose visceral, popularmente conhecida como calazar, têm aumentado no município de Tocantinópolis. Até o momento, a Secretaria Municipal de Saúde já notificou 50 casos em humanos, sendo 9 positivos: 5 em adultos e 4 em crianças menores de dez anos. 747 cães foram examinados, 407 tiveram resultado positivo.

Dirceu LenoPara conter a proliferação da doença, a Secretaria Municipal de Saúde, por meio da Coordenação da Vigilância Epidemiológica realiza ação de pulverização nos bairros com maior incidência de casos.

A coordenadora de Vigilância Epidemiológica, Maria Vandecy Soares Ribeiro, pede a compreensão e colaboração dos moradores quanto aos serviços realizados pelos agentes de endemias durante as visitas domiciliares. “Queremos a colaboração da sociedade para estar nos ajudando nesse sentido, de estar permitindo o acesso dos agentes de endemias durante os procedimentos tanto da coleta do sangue animal, borrifação, como o recolhimento dos animais que tiveram resultado positivo após realização de exames. Caso contrário, teremos que acionar a justiça”, pontuou.

Além da borrifação, algumas ações estão sendo realizadas para diminuir a incidência do calazar entre animais e seres humanos: a eliminação de reservatórios dos mosquitos transmissores; captação de cães contaminados para exames de comprovação laboratorial e eutanásia.

Dados

De acordo com dados divulgados pela Secretaria Municipal de Saúde, nesses sete primeiros meses de 2017, foram examinados 747 cães. Destes, 407 tiveram diagnóstico positivo da doença, e 277 eutanasiados. Maria Vandecy explica que tanto a borrifação quanto o inquérito canino deverá ser feito durante três anos divido em dois ciclos: o primeiro que compreende até o mês de julho, e o segundo até o mês de novembro. “Não estamos conseguindo alcançar nossa meta, pois a população não tem cooperado. Temos que borrifar a cada mês 495 casas no primeiro e segundo ciclo, bem como coletar 345 inquéritos caninos, independente do cão está doente ou não”, informou.

Polêmica

A eutanásia dos animais doentes como forma de controle da doença é tema polêmico entre veterinários. Muitos defendem o tratamento do calazar em animais, por acreditar na possibilidade de cura, no entanto, ainda não há cura da doença em animais, sendo o sacrifício o método mais adequado. Uma portaria intersetorial, publicada em 11 de julho de 2017, proíbe o tratamento de leishmaniose visceral canina com produtos de uso humano ou não registrados no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. A prática é adotada por alguns profissionais. A proibição visa, dentre outras ações, diminuir o risco à saúde humana.

Fonte: Dirceu Leno/ Ascom Prefeitura Tocantinópolis

ATENÇÃO!

Os comentários do Portal Tocnoticias via Facebook, são de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook. Procure escrever de maneira clara para que todos possam entendê-lo. Evite o uso de palavrões, acusações sem provas, discriminação ou difamação.

Em Destaque

Prefeito Paulo Gomes Inicia Construção de Casas Populares em Tocantinópolis

Foto da notícia

Data: 19/06/2018 15:10:42 - Visualizações: 1092

Notícias Relacionadas

19/06/2018
Prefeito Paulo Gomes Inicia Construção de Casas Populares em Tocantinópolis

16/06/2018
Câmara de Tocantinópolis Aprova Doação de Terreno Para Construção da Sede da Polícia Militar

13/06/2018
Prefeitura de Tocantinópolis Finaliza Primeira Turma do Projeto Hidroginástica Para Gestantes

13/06/2018
Prefeito Paulo Gomes Altera Horário de Expediente Durante os Jogos da Seleção Brasileira

12/06/2018
Operação da Polícia Civil em Tocantinópolis Resulta na Apreensão de Duas Armas e Duas Pessoas Presas

11/06/2018
Polícia Militar Recupera Objetos Furtados, Drogas, Munições e Prende Dois Suspeitos em Tocantinópolis

Todas as Notícias