Ordem dos Ministros do Evangelho de Tocantinópolis Quer o Fim de Festas e Vendas de Bebidas Alcoólicas na Praça da Bíblia. Discussão Vai Para a Câmara

Data do post: 08/11/2017 13:53:26 - Visualizações: (5194)    Imprimir

A sessão da Câmara Municipal de Tocantinópolis desta Quarta feira (08), promete chamar bastante a atenção da comunidade evangélica e porque não também a católica da cidade, que quer o fim das festas com venda de bebidas alcoólicas na famosa Praça da Bíblia.

Será discutido na Casa de Leis a situação da recém inaugurada lanchonete da Praça da Bíblia em Tocantinópolis. A praça vem passando por profundas reformas, benfeitorias estas que não aconteciam há anos, porém, o atual gestor depois de realizar melhorias na orla do cais da Beira Rio, voltou seus olhos para a esquecida praça, onde dificilmente se via eventos que chamasse a atenção da comunidade.

Foto: Fernando CunhaConstruída ainda na década de 90 na época pelo prefeito José Bonifácio que hoje defende os interesses do município e da região do Bico do Papagaio na Assembleia Legislativa do Estado, a praça era um dos bem mais atrativos do município, porém, com o passar dos anos foi ficando esquecida por falta de uma boa reforma, o que vem acontecendo com essa nova gestão do Prefeito Paulo Gomes que nada mais é do que filho de quem construiu a praça.

Depois de ficar esses vários anos praticamente esquecida, agora novamente a praça está virando o centro das atenções depois da recém inaugurada Lanchonete do Cebola's, que no dia da estreia contou com várias atrações musicais locais que lotou o ambiente.

Foto: Dirceu LenoA situação é que agora a comunidade Cristã, que inclui evangélicos e católicos, principalmente os evangélicos através da Ordem dos Ministros do Evangelho de Tocantinópolis está contrariada com os eventos que estão acontecendo no local, citando como exemplo as festas, bingos e etc. Segundo a OMET, há uma certa indignação pelo fato de que na praça que homenageia a bíblia está funcionando um bar com venda de bebidas alcoólicas.

Segundo consta na reclamação dos Ministros do Evangelho, a praça era um reduto dos evangélicos e católicos da cidade e que tinha como finalidade ser um espaço público para a realização de eventos cristãos e um lugar de lazer para as famílias, e segundo a OMET o que se vê hoje é outra realidade.

Foto: Dirceu LenoOs Ministros se dizem satisfeitos com a reforma do ambiente, mas, aonde antes havia cultos e missas, hoje acontecem shows do tipo "Serestas", bingos e vendas de bebidas indiscriminadas, e a Ordem dos Ministros do Evangelho não aceita tal situação, e assim os seus representantes resolveram apelar para os vereadores, onde os representantes da OMET estarão na sessão da Câmara Municipal desta quarta feira (08), para discutir o assunto com os Camaristas e pedir uma solução quanto ao problema.

Este sem dúvida é um assunto muito delicado onde todos tem certa razão. Tanto os Ministros tem o pleno direito em reclamar como o detentor dos direitos de exploração comercial da lanchonete tem de se defender, ao que tudo indica sozinho, pois dificilmente os que lotam o ambiente com as chamadas "Serestas" que há de se lembrar já frequentavam e lotavam o local antes da reforma, deverão ir defender o empresário Wanderson Guimarães conhecido como Cebolinha.

Foto: Dirceu LenoO que se vê hoje é uma briga por direito pós-reforma, sendo que os Ministros do Evangelho tentam evitar que o local que usa o nome da Bíblia seja menosprezado com festas "mundanas", e esquecem que o senhor Wanderson ganhou uma licitação no qual somente ele se interessou pelo lugar antes esquecido, e temos que relembrar ainda que tal ato licitatório foi realizado bem antes do mandato do atual prefeito estar no poder. Como a bomba comunitária foi parar nas mãos dos camaristas que são os representantes legítimos do povo, a sessão que tratará do assunto deverá ser bastante interessante.

Foto: Dirceu Leno

Fonte: Redação do Tocnoticias

ATENÇÃO!

Os comentários do Portal Tocnoticias via Facebook, são de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook. Procure escrever de maneira clara para que todos possam entendê-lo. Evite o uso de palavrões, acusações sem provas, discriminação ou difamação.

Em Destaque

Em Entrevista, Prefeito de Tocantinópolis Fala dos Seus Primeiros 11 Meses Como Gestor e Rebate Críticas

Foto da notícia

Data: 20/11/2017 05:11:38 - Visualizações: 1709

Notícias Relacionadas

20/11/2017
Em Entrevista, Prefeito de Tocantinópolis Fala dos Seus Primeiros 11 Meses Como Gestor e Rebate Críticas

18/11/2017
PM de Tocantinópolis Prende Homem Por Roubo de R$ 1.500,00 em Moedas

17/11/2017
Comando da 5ª CIPM de Tocantinópolis Apresenta Projeto de Videomonitoramento na Câmara

17/11/2017
Prefeitura de Tocantinópolis Não Adere ao Feriado Municipal do 'Dia da Consciência Negra'

16/11/2017
Sessão da Câmara Desta Quinta Feira (16), Tratará de Segurança Pública em Tocantinópolis

16/11/2017
Correição Geral Ordinária na Comarca de Tocantinópolis Acontece Entre os Dias 20 e 24 de Novembro

Todas as Notícias