Parecer Prévio do TCE Recomenda a Rejeição das Contas Consolidadas de 2015 do Ex-prefeito Fabion Gomes

Data do post: 04/12/2017 01:33:18 - Visualizações: (3303)    Imprimir

Mesmo com a recomendação pela rejeição, o ex-prefeito não deverá ter problemas quanto a sua candidatura a deputado estadual, pois caso as contas sejam apreciadas pela câmara de Tocantinópolis, o grupo político de Fabion tem grande maioria na Casa de Leis.

Imagem do Site www.tocnoticias.com.br2ª Câmara emitiu Parecer Prévio nº 137/2017, referente ao processo nº 5314/2016 que teve como relator o conselheiro Napoleão de Souza Luz Sobrinho e representante do Ministério Público a Procuradora de Contas Litza Leão Gonçalvez, recomendando a rejeição das contas consolidadas referentes ao ano de 2015 de Fabion Gomes de Sousa.

A recomendação foi votada em sessão que aconteceu no dia 28 de Novembro e foi publicada no Boletim Oficial do Tribunal de Contas de nº 1973 do dia 30 de Novembro de 2017, onde consta os itens que levaram o relator a recomendar a rejeição, sendo que os principais quesitos constam:

- Omissão de Receita;

- Divergência entre a arrecadação e os registros contábeis;

- Repasse a menor da contribuição patronal;

- Repasse ao legislativo, referente ao duodécimo acima do limite máximo;

- Despesas impróprias na manutenção e desenvolvimento do ensino.

Imagem do Site www.tocnoticias.com.brSegundo apurou o TCE, o ex-prefeito Fabion foi generoso ao realizar repasse a câmara de Tocantinópolis que na época tinha como presidente o ex-vereador Aderson Marinho "Buxim", o valor de R$ 1.495.252,55 (Um milhão, quatrocentos e noventa e cinco mil, duzentos e cinquenta e dois reais e cinquenta e cinco centavos), valor este que ficou 7% acima do máximo permitido por lei.

Consta ainda no relatório que o ex-gestor realizou  despesas impróprias na Manutenção de Desenvolvimento do Ensino - MDE (despesas com gêneros alimentícios/refeições/merenda pagas, com recursos do MDE 0020.00.000) no valor de R$ 156.662,40 (Cento e Cinquenta e seis mil, seiscentos e sessenta e dois reais e quarenta centavos), em desconformidade ao que determina o art. 71 da Lei Federal nº 9.394/96 e descumprindo o art. 8º da IN TCE/TO nº 006/2013. Nesta mesma área da educação, o relatório aponta que o valor total aplicado pelo Município com Manutenção e Desenvolvimento do Ensino com Recursos de todas as fontes (impostos, FUNDEB, convênios e outras) foi de R$ 9.900.492,26 (Nove milhões, novecentos mil, quatrocentos e noventa e dois reais e vinte e seis centavos). Ao confrontar este valor com o quantitativo de alunos matriculados na rede de ensino municipal no mesmo período (conforme divulgado pelo INEP, verifica-se que o município não alcançou a meta prevista no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica - IDEB, sendo previsto 4.9 e alcançado 4.1, em desconformidade ao Plano Nacional de Educação.

O parecer aponta ainda uma manobra que influenciou na apuração do índice da saúde, onde o valor da “Cota-Extra” do Fundo de Participação dos Municípios - FPM depositada em conta bancária do FPM em 09/07/2015 no valor de R$ 126.566,80 (Cento e vinte e seis mil, quinhentos e sessenta e seis reais e oitenta centavos), e em 09/12/2015 no valor de R$ 468.919,09 (Quatrocentos e sessenta e oito mil, novecentos e dezenove reais e nove centavos), foram registradas na conta do FPM “Normal”, onde o correto seria o registro na conta de receita: 1.7.2.1.01.03... - Cota-Parte do FPM - 1% Cota Anual (EC Nº 84/2014) e 1.7.2.1.01.02.07... - Cota-Extra do FPM (EC nº 55/2007).

Houve também divergência entre a arrecadação e os registros contábeis referente ao FPM em desconformidade ao que dispõe os artigos 90 e 91 da Lei Federal nº 4.320/64. Foi apurado que o registro Contábil das Cotas de Contribuição Patronal do Ente devidas ao Regime Geral da Previdência Social atingiu o percentual 11,84% dos vencimentos e remunerações, não se cumprindo os artigos, 195, I da Constituição Federal e artigo 22, inciso I da Lei Federal nº 8.121/1991.

No parecer consta que no mesmo ano de 2015 houve ausência de planejamento, já que o município arrecadou 161,75% em relação a previsão orçamentária descumprindo o que determina a lei de responsabilidade fiscal. Conforme apresentado no Comparativo da Receita Orçada com a Arrecadada (Anexo 10 da Lei Federal nº 4.320/64), não houve arrecadação de receita da dívida ativa decorrentes de pagamentos, não cumprindo os artigos 13 e 58 da LRF, vez que o Município apresenta um montante de R$ 1.736.254,64 (Um milhão, setecentos e trinta e seis mil, duzentos e cinquenta e quatro reais e sessenta e quatro centavos), de estoque da Dívida Ativa.

O julgamento foi presidido pelo Conselheiro Presidente Napoleão de Souza Luz Sobrinho, com os conselheiros André Luiz de Matos Gonçalves e Márcio Aluízio Moreira Gomes (Conselheiro Substituto), que acompanharam o relator. Esteve presente o Procurador de Contas, José Roberto Torres Gomes, e resultado foi proclamado por unanimidade.

Clique Aqui para ver as páginas do Boletim com o parecer sobre as contas de Fabion.

Fonte: Redação do Tocnoticias

ATENÇÃO!

Os comentários do Portal Tocnoticias via Facebook, são de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook. Procure escrever de maneira clara para que todos possam entendê-lo. Evite o uso de palavrões, acusações sem provas, discriminação ou difamação.

Em Destaque

"Por Mais Violenta Que Seja Nós Vamos Tomar Providências". Diz Bonifácio Sobre a Paralisação das Obras de Pavimentação da TO-126

Foto da notícia

Data: 10/12/2018 18:38:08 - Visualizações: 1117

Notícias Relacionadas

11/12/2018
PM de Tocantinópolis Prende Mais um Suspeito de Tráfico de Drogas Que Comercializava no Setor Cidade Alta

10/12/2018
"Por Mais Violenta Que Seja Nós Vamos Tomar Providências". Diz Bonifácio Sobre a Paralisação das Obras de Pavimentação da TO-126

10/12/2018
Motorista Tenta Passar Por Cais Inundado e Caminhonete Afunda no Rio Tocantins em Tocantinópolis

06/12/2018
Fortes Chuvas Elevam Nível do Rio Tocantins em Tocantinópolis

06/12/2018
Governo Nomeia Delegados de Tocantinópolis Para Responder Por Importantes Regionais do Estado

04/12/2018
Suspeitos Por Tráfico de Drogas São Presos Pela Polícia Militar em Tocantinópolis

Todas as Notícias