Decisão Atende Pedido do MPE e Determina que Município de Palmas Implante Unidades de Tratamento Psicossocial Para Crianças e Adolescentes

Data do post: 07/03/2018 15:39:49 - Visualizações: (302)    Imprimir

Uma Ação Civil Pública ajuizada pelo Ministério Público Estadual (MPE), por meio da 11ª e da 27ª Promotoria de Justiça da Capital, resultou na determinação judicial no sentido de obrigar o município de Palmas a implantar, até o dia 30 de maio de 2018, um Centro de Atenção Psicossocial para crianças e adolescentes (CAPS i), bem como uma Unidade de Acolhimento (UAI).

Ministério Público EstadualDe acordo com as Promotoras de Justiça Zenaide Aparecida da Silva e Maria Roseli de Almeida Pery, os levantamentos feitos pelo MPE constataram que o Município de Palmas não dispõe de um programa específico para o tratamento de crianças e adolescentes portadores de transtornos mentais graves ou dependentes de álcool, crack e outras drogas. Tendo em vista a população de cerca de 280 mil habitantes, Palmas preenche os critérios definidos pelo Ministério da Saúde para implementação deste tipo de CAPS.

Acrescenta ainda que o Ministério da Saúde, por meio da Portaria nº 615, de 15 de abril de 2013, instituiu incentivos financeiros para a construção de Centros de Atenção Psicossocial e Unidades de Acolhimento, em conformidade com a Rede de Atenção Psicossocial, alegando que não cabe ao Município de Palmas justificar a não instalação do CAPS i sob o argumento de que faltam recursos necessários.

Caso o município não cumpra a decisão judicial, estará sujeito à aplicação de multa de até R$ 800 mil, cujo valor deverá ser revertido ao fundo gerido pelo Conselho dos Direitos da Criança e do Adolescente de Palmas.

Fonte: Ministério Público Estadual

ATENÇÃO!

Os comentários do Portal Tocnoticias via Facebook, são de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook. Procure escrever de maneira clara para que todos possam entendê-lo. Evite o uso de palavrões, acusações sem provas, discriminação ou difamação.

Em Destaque

"Por Mais Violenta Que Seja Nós Vamos Tomar Providências". Diz Bonifácio Sobre a Paralisação das Obras de Pavimentação da TO-126

Foto da notícia

Data: 10/12/2018 18:38:08 - Visualizações: 1060

Notícias Relacionadas

10/12/2018
Acusados de Roubar e Incendiar Bar São Condenados

10/12/2018
Adapec Celebra 20 Anos de História

10/12/2018
Polícia Militar Prende Homens Por Roubo e Recupera Moto Roubada

10/12/2018
Detentos São Condenados Por Tentativa de Homicídio na Casa de Prisão Provisória de Paraíso

10/12/2018
Adapec Promove Curso de Emergência Sanitária em Suínos

10/12/2018
Polícia Militar Prende Homem Por Roubo e Recupera Celular Roubado

Todas as Notícias