Presidente Pede Cumprimento de Sentença que Garante Direito de Agricultores

Data do post: 09/03/2018 15:36:29 - Visualizações: (392)    Imprimir

A Presidente Kátia Abreu esteve no STJ para solicitar a conclusão do julgamento que se arrasta há 28 anos.

FAET-TOA presidente da FAET/SENAR, Kátia Abreu pediu que o Superior Tribunal de Justiça (STJ) conclua o julgamento da ação que condena o Banco do Brasil e a União a devolverem aos agricultores as perdas sofridas em 1990, durante a política confiscatória da então ministra da Fazenda, Zélia Cardoso de Mello, no governo Collor.

Em busca de uma solução para o impasse que se arrasta há 28 anos, Kátia Abreu esteve no STJ nesta terça-feira (7) para pedir celeridade a Rodrigo Otávio, Juiz Instrutor no Gabinete do Ministro Francisco Falcão, responsável pela ação.

Durante pronunciamento no plenário do Senado, Kátia Abreu lembrou que, em 1990, houve um reajuste unilateral e abusivo de 43% nos saldos devedores de milhões de agricultores. A União, o Banco Central e o Banco do Brasil alteraram as regras de contrato das operações de crédito, aplicando a correção do IPC, de 84%, em substituição ao BTN, de 41,28%.

Em 2016, o STJ se pronunciou favoravelmente aos produtores, porém os recursos apresentados pela União e pelo banco protelam a conclusão do julgamento.

Para a Presidente, é urgente o cumprimento da decisão do próprio tribunal. “Temos que colocar um ponto final nesta indignidade. Passados longos e angustiantes anos, muitos já morreram. Suas famílias, muitas delas, estão em dificuldades, aguardam reparações”, disse.

“A ação tramita há décadas e os agricultores brasileiros não aguentam mais aguardar pela definição desses cálculos e efetivo recebimento dos valores. Essa cobrança a mais inviabilizou o agronegócio nacional por um grande período, gerou perda de renda”, afirmou Katia Abreu.

Fonte: FAET-TO

ATENÇÃO!

Os comentários do Portal Tocnoticias via Facebook, são de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook. Procure escrever de maneira clara para que todos possam entendê-lo. Evite o uso de palavrões, acusações sem provas, discriminação ou difamação.

Em Destaque

Motorista Tenta Passar Por Cais Inundado e Caminhonete Afunda no Rio Tocantins em Tocantinópolis

Foto da notícia

Data: 10/12/2018 00:21:19 - Visualizações: 2590

Notícias Relacionadas

07/12/2018
Acidente de Trabalho: Justiça Condena Município de Pugmil a Indenizar Servidor em R$ 146 Mil

07/12/2018
AL Aprova Proposta que Fixa as Atribuições dos Cargos da Estrutura dos Gabinetes

07/12/2018
Polícia Militar Prende Homem Por Receptação e Recupera Mais Dois Celulares Furtados

07/12/2018
Projeto que Cria Escola Superior do Ministério Público Tramita na Assembleia

07/12/2018
Comitê de Prevenção à Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher Traça Planejamento Para 2019

07/12/2018
1° Encontro de Travestis e Transexuais do Tocantins é Realizado com Vasta Programação

Todas as Notícias