Projeto Mutirãozinho Deve Movimentar Mais de 1,5 Mil Processos Até o Final de Abril

Data do post: 10/04/2018 12:50:29 - Visualizações: (148)    Imprimir

Por meio do projeto “Mutirãozinho”, realizado pelo Núcleo de Apoio às Comarcas (Nacom), o Judiciário tocantinense movimentou, no mês de março, 821 processos em nove varas do estado.

Tribunal de Justiça-TOO trabalho tem foco na Meta 1 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e visa que o número de processos julgados mensalmente seja maior do que o número de processos inseridos no sistema e-Proc/TJTO neste mesmo período. As ações seguem em abril com mais de 750 processos selecionados de 10 varas.

O Mutirãozinho consiste na designação, pelo período de 22 dias úteis, de juízes que atuam em varas onde o número de processos está dentro do panorama esperado, para unidades da Justiça com um fluxo maior do que o previsto. "Desta forma, o juiz titular da Vara que recebe a ajuda pode se concentrar nos processos de maior complexidade, enquanto o juiz que trabalha pelo Mutirãozinho se responsabiliza pelas demandas repetitivas", explica o Juiz coordenador do Nacom, Rodrigo Perez Araújo.

O objetivo do projeto é cumprir a meta 1 do CNJ, a qual determina que seja julgada quantidade maior de processos de conhecimento do que os distribuídos no ano corrente.

Projeto

O Mutirãozinho foi criado em 2017. Em novembro, quando foi realizada a primeira edição, ainda como projeto piloto, cinco varas foram atendidas, totalizando 257 atos judiciais e 206 sentenças efetivadas.

Já este ano, somente nas duas edições do projeto, 19 varas serão atendidas. O Mutirãozinho já contabilizou a movimentação de 821 processos, dos quais 537 foram sentenciados. Os demais devem ser concluídos até o início de maio quando encerra a segunda etapa do projeto.

Em março, receberam as ações do projeto a 1ª Vara Cível da Comarca de Wanderlândia, 1ª Escrivania Cível de Novo Acordo, juízo da 1ª Vara Cível de Porto Nacional, juízo da 1ª Escrivania Cível de Pium, juízo da 1ª Escrivania Cível de Ponte Alta, juízo da 1ª Vara Cível de Guaraí , juízo da 1ª Vara Cível de Gurupi e juízo da 4ª Vara Cível de Palmas.

Já neste mês de abril, passam pelo Mutirãozinho a Vara Cível de Augustinópolis, Vara Cível da Comarca de Araguacema, 2ª Vara Cível, Família e Sucessões de Paraíso do Tocantins, 1ª Vara Cível de Gurupi, 1ª Vara Cível de Porto Nacional, 4ª Vara Cível de Palmas, 2ª Vara Cível da Comarca de Palmas, 4ª Vara Cível de Palmas e Vara Cível de Natividade.

As varas que desejarem participar do projeto devem entrar em contato com o Nacom pelo telefone: 3218-4416 ou pelo e-mail nacom@tjto.jus.br.

Fonte: Tribunal de Justiça- TO

ATENÇÃO!

Os comentários do Portal Tocnoticias via Facebook, são de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook. Procure escrever de maneira clara para que todos possam entendê-lo. Evite o uso de palavrões, acusações sem provas, discriminação ou difamação.

Em Destaque

Em Tocantinópolis, Construção de Casas Populares no Povoado Ribeirão Grande Estão em Fase de Conclusão

Foto da notícia

Data: 18/07/2018 01:38:52 - Visualizações: 708

Notícias Relacionadas

19/07/2018
Dunas do Jalapão Batem Recorde de Visitação

19/07/2018
Justiça Bloqueia Bens de Advogados e Escritórios Suspeitos de Causar R$ 120 Milhões de Prejuízos aos Cofres Públicos em Lajeado

19/07/2018
Defesa Agropecuária Recebe Grupo Chinês que Busca Investimentos no Tocantins

19/07/2018
Eleição da Associação de Moradores do Jardim Santa Bárbara de Palmas Acontece no Próximo Dia 29 de Julho

18/07/2018
Polícia Civil Apreende Adolescente Suspeito de Cometer Vários Atos Infracionais de Roubo em Guaraí

18/07/2018
Após Não Ingresso de Ação Principal em Processo, Justiça Federal Revoga Liminar que Bloqueou Bens de Ex-governador do Tocantins

Todas as Notícias