Homem que Desfilava com Amante Humilhando a Ex-mulher é Condenado por Tribunal

Data do post: 01/05/2018 21:24:23 - Visualizações: (3336)    Imprimir

Os desembargadores da Sétima Turma Cível do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT) negaram, por unanimidade, recurso a um homem que traiu a mulher. Ele foi condenado em primeira instância a pagar R$ 5 mil de indenização por danos morais à ex, por supostamente tê-la humilhado e exposto o caso publicamente.

Foto: divulgaçãoDe acordo com a ação ajuizada pela mulher, o pedido de divórcio, por parte dela, foi motivado pelos “frequentes casos extraconjugais que o homem mantinha publicamente”.

Ela alegou ter tido uma gravidez de risco agravada pelo comportamento do ex-marido e ao futuro óbito do bebê – nascido prematuramente e morto quatro dias depois do parto.

O juiz titular da 1.ª Vara Cível de Ceilândia, Domingos Sávio Reis de Araújo, do Juizado de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher, aceitou parcialmente o pedido da mulher e condenou o ex ao pagamento da indenização.

O magistrado destacou que para a condenação do homem “foi necessário um comportamento ilícito de sua parte que desborde dos limites do razoável, considerando os padrões de ética e moral, e que seja capaz de gerar efetivo dano ao outro”.

Para o juiz, “o réu não respeitou os deveres inerentes ao casamento, (…) teve relacionamento extraconjugal”, reiterando que “o fato de manter um relacionamento fora da constância do casamento, por si só, não é causa suficiente para ocorrer a reparação”, mas que “a publicidade do relacionamento extraconjugal impôs a autora um vexame social e ensejou humilhação que extrapolou o limite do tolerável”.

Na apreciação do recurso, os desembargadores do Tribunal de Justiça/DFT entenderam que a condenação deveria ser mantida.

A sentença confirma que o não cumprimento da “fidelidade conjugal não implica, por si só, em causa para indenizar” a ex-mulher, mas que o homem exibia-se ao lado de uma suposta amante em bares e restaurantes frequentados por familiares da ex, o que representaria uma situação humilhante e vexatória, segundo os desembargadores.

 

Fonte: Estadão Conteúdo

ATENÇÃO!

Os comentários do Portal Tocnoticias via Facebook, são de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook. Procure escrever de maneira clara para que todos possam entendê-lo. Evite o uso de palavrões, acusações sem provas, discriminação ou difamação.

Em Destaque

Em Tocantinópolis, Construção de Casas Populares no Povoado Ribeirão Grande Estão em Fase de Conclusão

Foto da notícia

Data: 18/07/2018 01:38:52 - Visualizações: 429

Notícias Relacionadas

17/07/2018
Bebê de Dois Meses Cai do Segundo Andar de Casa e Sobrevive

11/07/2018
Luz no Fim do Túnel: Câmara Aprova Isenção de Conta de Luz Para Famílias de Baixa Renda

22/05/2018
Após Protestos dos Caminhoneiros, Petrobras Reduzirá Preços de Diesel e Gasolina nas Refinarias a Partir de Quarta-feira

13/05/2018
Mãe Policial de Folga Mata Assaltante que Agia na Porta de uma Escola

13/05/2018
Gêmeas e Amiga Fazem Pose Após Serem Presas Por Tráfico de Drogas

07/05/2018
Banco Central Desmente Mensagem Sobre Não Aceitar Cédulas Carimbadas com "Lula Livre"

Todas as Notícias