Justiça Determina que ATS Reestruture o Sistema de Água e Esgoto em Mateiros, na Região do Jalapão

Data do post: 10/05/2018 13:44:33 - Visualizações: (62)    Imprimir

Após petição da Defensoria Pública do Estado do Tocantins (DPE-TO) no processo que trata da regularização do sistema de água e tratamento de esgoto em Mateiros, a 310 Km de Palmas, na região do Jalapão, o Juiz da 1ª Vara Civil de Ponte Alta do Tocantins determinou a intimação pessoal do presidente da Agência Tocantinense de Saneamento (ATS) para que reestruture o serviço no município, com aferimento da vazão da água, da qualidade do fornecimento e de outros serviços que são essenciais para o consumo humano.

Defensoria Pública-TOA manifestação da Defensoria Pública ocorreu depois que foi informada sobre o fato de que a população está consumindo água sem nenhum aferimento de qualidade e, ainda, que o sistema de esgotamento sanitário encontra-se desativado por falta de manutenção e entupimento. Tais informações constam em relatório da própria ATS.

De acordo com o Núcleo Especializado de Defesa da Saúde (Nusa) da Defensoria, tal situação - além de colocar em risco à saúde da população –  prejudica também o meio ambiente, pois a falta do esgotamento força os moradores a destinar dejetos em fossas e sumidouros, ocasionando o afloramento de esgoto e contaminação do lençol freático.

A decisão é de 25 de abril, com prazo de 15 dias para cumprimento, contado a partir da intimação.

Entenda o caso

A Defensoria Pública tomou conhecimento da situação de falta de infraestrutura para o abastecimento de água e tratamento de esgoto em Mateiros em atendimento itinerante no ano de 2013, por meio do projeto Defensoria Quilombola. A água chegava às casas sem nenhum tratamento. Após a realização de exames laboratoriais, foi detectado a contaminação por coliformes fecais com índices muito acima do que o permitido pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

Visando garantir que a população tivesse acesso a água com qualidade e serviço de tratamento de esgoto, as equipes da Defensoria dos Núcleos Especializados de Ações Coletivas (Nuamac), Nusa e Defensoria Agrária iniciaram uma séria de tratativas, incluindo reuniões, visitas técnicas, audiências públicas. Pleiteava-se assim que a ATS assumisse o serviço no município.

Histórico

Em fevereiro de 2014, a ATS assumiu os serviços de água e esgoto do governo municipal mediante termo de transição. Como o cronograma de execução das obras não teve continuidade e o município seguiu sem fornecimento de água tratada. Na época, o Governo Municipal chegou a declarar, mediante decreto, situação de emergência em decorrência da contaminação da água captada e distribuída à população.

Diante da situação, e depois de esgotadas todas as possibilidades de solução extrajudicial, a Defensoria Pública ingressou com uma Ação Civil Pública em junho de 2015. Em decisão liminar, do dia 17 de junho de 2015, a Justiça determinou que a ATS assumisse as obras de saneamento e abastecimento de água em Mateiros. No mesmo ano, o sistema de abastecimento começou a ser implantado.

“Ocorre que a tutela de urgência determinando que a ATS regularizasse os serviços de água e esgoto foi proferida há mais de três anos, e, até a presente data, a decisão judicial não foi cumprida na sua integralidade, vez que apenas fez obra e não deu seguimento. A população está consumindo água, porém sem qualquer aferição da qualidade, retroando a ideia antiga de Mateiros, de fazer obra, não cuidar e o serviço se tornar imprestável novamente. Na mesma linha, o meio ambiente é totalmente poluído com a falta de tratamento de esgoto adequado, o que culmina em risco à qualidade de vida da população local e na probabilidade de adquirir infecções e até patologias pela contaminação do lençol freático e do meio ambiente de modo geral”, alertou o coordenador do Nusa, defensor público Arthur Luiz de Pádua Marques.

Fonte: Defensoria Pública-TO

ATENÇÃO!

Os comentários do Portal Tocnoticias via Facebook, são de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook. Procure escrever de maneira clara para que todos possam entendê-lo. Evite o uso de palavrões, acusações sem provas, discriminação ou difamação.

Em Destaque

Polícia Civil Prende Pai Acusado de Abusar da Própria Filha de Apenas 12 Anos em Aguiarnópolis

Foto da notícia

Data: 24/05/2018 11:36:04 - Visualizações: 5227

Notícias Relacionadas

25/05/2018
MPE Solicita ao Procon Fiscalização dos Preços de Combustíveis, Gás e Alimentos

25/05/2018
Justiça Condena Ex-servidora Estadual que Cumulava Cargos Públicos Ilegalmente

25/05/2018
Decisão Atende Pedidos do MPE e Suspende Atendimento na UTI Pediátrica de Araguaína Para Regularização de Pendências

25/05/2018
Indignado com o Descaso dos Governos, Amastha Garante que Concluirá Obra de Escola Parada Desde 2013 em Pedro Afonso

25/05/2018
Tribunal do Júri: Homem é Condenado a 12 Anos Por Crime Passional em Combinado

25/05/2018
Dezenas de Lideranças Evangélicas de Todo o Estado Declaram Apoio a Vicentinho

Todas as Notícias