Doença Mormo é Discutida na Agrotins

Data do post: 10/05/2018 17:30:41 - Visualizações: (162)    Imprimir

O Tocantins concluiu a extinção de todos os focos de mormo, doença infectocontagiosa, em abril deste ano, em todas as propriedades focos. Para falar das ações e dos riscos da enfermidade para o plantel equídeo (asininos, equinos e muares), a Agência de Defesa Agropecuária (Adapec) promoveu palestra na tarde desta quinta-feira, 10, no auditório Bem-te-vi, na Feira de Tecnologia Agropecuária do Tocantins (Agrotins 2018), com a participação de acadêmicos dos cursos de Agronomia e Agronegócio.

Adapec TocantinsO palestrante e responsável pelo Programa Estadual de Sanidade dos Equídeos (PESE), Raydleno Mateus Tavares, abordou sobre as principais fontes de infecção e transmissão, sintomas e também as ações previstas na legislação, a exemplo do sacrifício de animal positivo, uma vez que a doença não tem tratamento em animais. “Mormo é um assunto sério, e mesmo com o controle da doença, não podemos nos descuidar de zelar pela saúde dos animais, pois pode ser transmitida ao homem”, ressalta.

O estudante de agronegócio do Instituto Federal do Tocantins (IFTO), Lucas Coelho, diz que acompanhou pela mídia o trabalho que estava sendo feito para conter a doença no Estado. “Vários municípios ficaram sem poder promover cavalgadas, mas a gente tinha consciência de que era preciso ter cuidado redobrado até que tudo voltasse ao normal”, observou. A acadêmica do curso de Agronomia da Unitins complementou: “vendo o alto risco de contaminação de animais infectados para os sadios, a atenção deve ser redobrada”.

Entenda

O primeiro foco de mormo foi registrado em junho de 2015. A partir disso, a Adapec tomou todas as medidas de defesa sanitárias necessárias para sanear os focos, investigar os vínculos epidemiológicos, dentre outras medidas, todas com o objetivo de controlar e impedir a disseminação da enfermidade.

Ao todo foram saneadas 19 propriedades focos e feitas investigações epidemiológica em mais 104 propriedades, resultando em 2.365 exames em animais. Os municípios envolvidos foram: Formoso do Araguaia, Sandolândia, Cariri, Palmas e Palmeirante.

Para retomar o status de zona livre do mormo, o Tocantins precisa estar três anos sem notificação de focos da doença, além de passar pelos processos normativos do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (Mapa).

O Mormo

O Mormo é uma doença infectocontagiosa causada pela bactéria Burkholderia mallei que acomete principalmente os equídeos (asininos, equinos e muares). Nos equídeos, os principais sintomas são nódulos nas narinas, nos pulmões e nos gânglios linfáticos, corrimento purulento, pneumonia, febre e emagrecimento. Existe ainda a forma assintomática na qual os animais não apresentam sintomas, mas possuem a enfermidade, sendo uma importante fonte de infecção para animais sadios e humanos. Não existe vacina e nem tratamento, o único método preconizado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) é o sacrifício sanitário dos animais positivos, conforme Instrução Normativa MAPA Nº 06, de 16 de janeiro de 2018.

Fonte: Adapec Tocantins

ATENÇÃO!

Os comentários do Portal Tocnoticias via Facebook, são de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook. Procure escrever de maneira clara para que todos possam entendê-lo. Evite o uso de palavrões, acusações sem provas, discriminação ou difamação.

Em Destaque

Aditamento de Prazo Para Término da Pavimentação da TO-126 é Publicado no Diário Oficial do Estado do TO

Foto da notícia

Data: 20/08/2018 23:13:40 - Visualizações: 1104

Notícias Relacionadas

21/08/2018
Prefeitos da Base da Oposição Declaram Apoio a Mauro Carlesse

21/08/2018
Escola do Legislativo Abre Inscrições Para Curso de Inglês

21/08/2018
Ministério Público Denuncia Empresário Acusado de Agredir a Esposa

21/08/2018
Osires Damaso Fortalece Candidatura e Ouve Demandas da Região Sudeste do TO

21/08/2018
CNJ Lança Sistema Integrado de Adoção e Acolhimento

21/08/2018
Adapec Apreende Cerca de 180 kg de Carne Imprópria Para Consumo em Barrolândia

Todas as Notícias