Correição Virtual Chega aos Cartórios Extrajudiciais do Tocantins

Data do post: 13/06/2018 13:49:30 - Visualizações: (42)    Imprimir

A Corregedoria Geral da Justiça (CGJUS), em parceria com o Instituto de Estudos de Protesto de Títulos do Brasil (IEPTB-TO), desenvolveu um projeto piloto para realização de correição virtual nas serventias extrajudiciais no Tocantins.

Tribunal de Justiça-TOA ferramenta entrará em funcionamento na próxima segunda-feira (18/06), durante o processo correcional na Comarca de Palmas. O trabalho remoto nas correições foi implantado em janeiro (nas serventias judiciais) e vem se tornando referência para outros órgãos do sistema de Justiça.

Conforme o projeto, o acesso à plataforma online permite a análise dos atos lavrados e registrados nas serventias extrajudiciais que já utilizam a ferramenta de gerenciamento das especialidades de Registro Civil das Pessoas Jurídicas, Títulos, Documentos e Protestos, de forma rápida e simples.

Com o sistema, a correição extrajudicial passa a ser um processo contínuo, uma vez que os dados poderão ser acessados a qualquer momento sem a possibilidade de edição. "Essa plataforma é inovadora em nível de Brasil e contribuirá muito com o trabalho da Corregedoria, modernizando mais uma vez o processo correcional", destacou o Corregedor-Geral da Justiça, desembargador Helvécio de Brito Maia Neto.

Teste

O projeto piloto foi desenvolvido a partir das informações fornecidas pelo Instituto de Estudos de Protesto de Títulos do Brasil (IEPTB-TO) a respeito do Tabelionato de protesto de títulos e ofício de registro de títulos e documentos e de pessoas jurídicas em Palmas, mas será utilizado de forma geral entre as serventias extrajudiciais do Estado. Atualmente, 97% dos cartórios de protesto e 33% das serventias de Registros de Títulos e Documentos (RTD) e Pessoas Jurídicas do Estado já utilizam a plataforma disponibilizada pelo IEPTB-TO. Para que o projeto seja efetivamente implementado em todo o estado, é preciso que 100% dos cartórios façam a adesão ao sistema desenvolvido pelo Instituto em parceria com a Corregedoria. "Para permitir a correição online por completo, é preciso uma padronização no sistema utilizado pelos cartórios", pontuou o Juiz Auxiliar da CGJUS, Océlio Nobre.

Segundo presidente do instituto no Tocantins, que também é titular do Cartório de Registro de Pessoas Jurídicas, Títulos, Documentos e Protestos, Geraldo Henrique Moromizato, todos os cartórios estão aptos a serem inseridos na plataforma do IEPTB-TO. "O instituto desenvolveu um sistema padronizado para todo o Estado. Apesar dos cartórios não serem obrigados a utilizarem, nós oferecemos gratuitamente a ferramenta e não tem custo de manutenção", ressaltou.

O ato normativo regulamentando o processo de correição virtual nas serventias extrajudiciais será publicado ainda esta semana pela Corregedoria Geral da Justiça no Tocantins.

Fonte: Tribunal de Justiça-TO

ATENÇÃO!

Os comentários do Portal Tocnoticias via Facebook, são de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook. Procure escrever de maneira clara para que todos possam entendê-lo. Evite o uso de palavrões, acusações sem provas, discriminação ou difamação.

Em Destaque

Em Maurilândia do Tocantins, Jovem Mata Desafeto com uma Pedrada na Cabeça

Foto da notícia

Data: 16/06/2018 11:33:35 - Visualizações: 7670

Notícias Relacionadas

18/06/2018
Justiça Determina que INSS Conceda Benefício Assistencial a Jovem com Deficiência Mental

18/06/2018
Portaria Estabelece Expediente Especial Para Servidores em Dias de Jogos do Brasil

18/06/2018
Justiça Condena Ex-prefeito de Presidente Kennedy Por Improbidade Administrativa

18/06/2018
Produtor Rural tem até 25 de Junho Para Comprovar a Vacinação Antiaftosa

18/06/2018
Universidade é Condenada Por Proibir Estudante de Frequentar Aulas

18/06/2018
Em Ação, Defensoria Pública Pede Regularização de Fórmulas Alimentares Especiais

Todas as Notícias