Tocantins Implanta Programa Estadual de Prevenção à Doença da Vaca Louca

Data do post: 12/07/2018 13:27:51 - Visualizações: (172)    Imprimir

Objetivos são prevenir a ocorrência de casos da doença e estabelecer normas para aprimorar a situação sanitária do rebanho de bovinos no Estado.

Adapec TocantinsCom os objetivos de prevenir a ocorrência de casos de Encefalopatias Espongiformes Transmissíveis (EET) ou doença da vaca louca e estabelecer normas para aprimorar a situação sanitária do rebanho de bovinos no Tocantins, a Agência de Defesa Agropecuária (Adapec) instituiu, no Estado, por meio da Portaria n° 210/2018, a implantação do Programa Estadual de Prevenção e Vigilância da Encefalopatia Espongiforme Bovina (PEEEB), que desenvolverá ações de prevenção à doença.

Entre os objetivos do programa estão: evitar a entrada do agente da Encefalopatia Espongiforme Bovina (EEB) no Estado do Tocantins; aplicar medidas de mitigação de risco, no intuito de evitar eventual reciclagem e difusão do agente da EEB no Estado; manter um sistema de vigilância para detecção de animais infectados por encefalopatias espongiformes transmissíveis. As Unidades Veterinárias Locais da Adapec ficam responsáveis por executar a ações do PEEEB e enviar informações e dados sobre suas atividades à coordenação do programa, que responsável por estabelecer estratégias para execução das ações de prevenção e vigilância da EEB, no âmbito estadual.

O presidente da Adapec, Alberto Mendes da Rocha, disse que a implantação do programa é um passo a mais que o Tocantins está dando na defesa sanitária do seu rebanho. “O Ministério da Agricultura já tinha feito esta orientação à Adapec e estas questões relacionadas às Encefalopatias Espongiformes Transmissíveis eram tratadas junto com o programa da raiva dos herbívoros, porém, agora, implantamos um programa específico, para melhorar a política de vigilância e defesa sanitária, relacionada a esta doença”, relatou.

Segundo o diretor de Defesa, Inspeção e Sanidade Animal da Adapec, Francisco Ramos, a Doença da Vaca Louca é uma encefalopatia espongiforme transmissível e neurodegenerativa fatal em bovinos e que pode ser transmitida ao ser humano por meio do consumo de carne infectada. “Ela é uma doença que não possui tratamento ou vacina, por isso, a melhor forma de prevenção é tomar os devidos cuidados com a alimentação dos animais, principalmente aqueles em confinamento”, explicou.

Transmissão

A principal forma de transmissão da EEB está associada ao uso de proteínas de origem animal, como por exemplo, farinha de carne e ossos na alimentação dos ruminantes. No Brasil, é proibido o uso de proteína animal na fabricação de ração para bovinos.

Sintomas

Os animais acometidos pela doença podem apresentar comportamento agressivo, nervosismo, dificuldade de coordenação, diminuição da produção de leite e perda de peso. A doença é fatal e o animal pode morrer entre duas semanas e seis meses após os sintomas.

Status

O Brasil possui status sanitário de risco insignificante para EEB, desde 2013, segundo a Organização Mundial de Saúde Animal (OIE).

Fonte: ADAPEC Tocantins

ATENÇÃO!

Os comentários do Portal Tocnoticias via Facebook, são de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook. Procure escrever de maneira clara para que todos possam entendê-lo. Evite o uso de palavrões, acusações sem provas, discriminação ou difamação.

Em Destaque

Dois dos Três Jovens Acusados de Cortar Palmeiras em Rua de Tocantinópolis São Inocentados da Acusação

Foto da notícia

Data: 21/09/2018 00:46:29 - Visualizações: 3841

Notícias Relacionadas

23/09/2018
Unidade do CIOPAER Auxilia Transporte de Órgãos Doados no Tocantins Pela Segunda Vez em uma Semana

23/09/2018
No Bico do Papagaio, Carlesse Reúne Milhares de Pessoas; “Campanha Segue Cada Vez Mais Forte"

21/09/2018
Vistoria da DPE-TO Constata Ambiente Insalubre, Revistas Vexatórias e Superlotação na Cadeia Pública de Miracema

21/09/2018
Polícia Civil Prende Suspeito de Executar Morador em Situação de Rua

21/09/2018
Defensoria Pública Acompanha Reintegração de Posse de Área do Acampamento Dom Celso, em Porto Nacional

21/09/2018
Polícia Civil Prende Homem Suspeito de Cometer Assalto à Mão Armada

Todas as Notícias