TJTO Disponibiliza Pesquisa Pública Sobre Metas do Judiciário

Data do post: 12/07/2018 17:46:24 - Visualizações: (109)    Imprimir

Promovendo uma gestão participativa no processo de construção das metas nacionais da Justiça estadual para 2019, o Poder Judiciário do Tocantins disponibilizou no site do Tribunal de Justiça uma pesquisa pública para ouvir a opinião do cidadão e dos membros do sistema de Justiça sobre quais ações devem ser consideradas prioritárias no próximo ano. O objetivo é aprimorar a prestação jurisdicional.

Tribunal de Justiça-TOEm 2019 o Judiciário nacional estará focado no macrodesafio “Aprimoramento da Justiça Criminal" e, neste contexto, quem participar da pesquisa poderá estabelecer qual deve ser a prioridade do Judiciário em relação a temas como realização de videoconferência para audiências de presos, expansão da estrutura do depoimento especial da criança e do adolescente quando vítima ou testemunha de violência e implementação do Processo Judicial Eletrônico para atender as unidades criminais.

Para participar da pesquisa, basta acessar o site do TJTO e clicar no link da pesquisa. Antes de responder ao questionário, escolha uma das opções disponibilizadas na plataforma (cidadão - advogado - defensor - membro MP - magistrado - servidor). O prazo termina em 1º de agosto.

Conforme explica o coordenador de Gestão Estratégica, José Paiva, a iniciativa atende ao disposto na Resolução nº 221/2016, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que institui princípios de gestão participativa e democrática na elaboração das metas nacionais do Poder Judiciário e das políticas judiciárias do CNJ. "A gente quer ouvir o cidadão e os integrantes do sistema de Justiça sobre o que eles julgam que pode ser melhorado ou é prioritário na prestação jurisdicional; desta forma, a pesquisa vai refletir diretamente no aprimoramento deste serviço à sociedade", afirmou.

Saiba mais

Há 10 anos o CNJ estabelece metas nacionais para aperfeiçoar a prestação jurisdicional em todo o país. Usualmente, esse processo é feito com a participação dos tribunais estaduais e aprovado durante o Encontro Nacional do Poder Judiciário. As metas para 2019, no entanto, contarão também com a participação popular por meio da pesquisa pública.

A iniciativa é da Rede de Governança Colaborativa do Poder Judiciário, formada por 20 tribunais estaduais, que busca, a partir deste ano, num esforço conjunto, conduzir o processo de gestão participativa para que a sociedade emita suas opiniões e considerações acerca das Metas Nacionais do Poder Judiciário.

"A partir do resultado da pesquisa, vamos consolidar essas informações e repassá-las ao CNJ. Em agosto, vamos estabelecer em reunião técnica nacional qual será a meta prioritária e, em novembro, acontece a reunião com os presidentes para definição final das metas para 2019", concluiu Paiva.

Fonte: Tribunal de Justiça-TO

ATENÇÃO!

Os comentários do Portal Tocnoticias via Facebook, são de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook. Procure escrever de maneira clara para que todos possam entendê-lo. Evite o uso de palavrões, acusações sem provas, discriminação ou difamação.

Em Destaque

NazaFolia, Mais Tradicional Carnaval Fora de Época da Região do Bico do Papagaio Acontece Neste Sábado (14), em Nazaré

Foto da notícia

Data: 14/07/2018 15:06:00 - Visualizações: 559

Notícias Relacionadas

13/07/2018
Gerência de Trabalho Decente Orienta Sobre Exploração de Mão de Obra Infantil Durante a Temporada de Praia

13/07/2018
Luana Ribeiro Recebe Ministro da Saúde no Palácio Araguaia

13/07/2018
Falta de Leitos de UTI Para Pacientes de Araguaína Leva MPE a Ingressar com Ação na Justiça Contra Governo do Estado

13/07/2018
Homem Suspeito Por Tráfico de Drogas é Preso Pela Polícia Civil

13/07/2018
MPE Aciona Município de Axixá Para Implantação de Aterro Sanitário

13/07/2018
Lei Seca: Mais de 5 Mil Ações Envolvendo Crimes de Trânsito Tramitam no Judiciário

Todas as Notícias