Estado Deverá Indenizar Mecânico de Tocantinópolis que Perdeu a Visão do Olho Direito Durante Acidente de Trabalho

Data do post: 18/07/2018 16:32:36 - Visualizações: (3936)    Imprimir

O mecânico Fábio Henrique Nogueira de Souza conhecido popularmente como "Fabim do Nogueira",  deverá receber indenização no valor de R$ 50 mil após perder a visão do olho direito durante acidente de trabalho, quando o mesmo consertava um caminhão caçamba, e ao retirar a capa do rolamento do diferencial uma peça quebrou bruscamente e pedaços da mesma atingiram o pescoço e o olho direito, resultando na perda da visão de Fábio.

Foto Reprodução FacebookAgora, o mecânico garantiu através da Justiça indenização por danos morais e estéticos. Conforme a sentença do juízo da 1ª Vara Cível de Tocantinópolis Dr. Helder Carvalho Lisboa, o Estado do Tocantins terá que pagar ao autor da ação R$ 50.000,00 (Cinquenta mil reais).

Fabim foi admitido no Estado na data de 1º de Junho de 2000 e dispensado sem justa causa em 31 de Dezembro de 2006, na época o mecânico recebia um salário no valor de R$ 540,00 (Quinhentos e Quarenta Reais)

Conforme consta nos autos, o cidadão trabalhava como mecânico para o governo do Estado, em Tocantinópolis. Durante o conserto de um caminhão caçamba, uma peça quebrou em duas partes e o atingiu no pescoço e olho direito. O acidente de trabalho resultou na perda da visão.

Ao julgar a ação, o juiz Helder Carvalho Lisboa entendeu que o dano sofrido pelo mecânico é indiscutível, já que o INSS atestou na perícia médica a sequela definitiva que reduz a capacidade dele para o trabalho. “A lesão restou configurada, imprimindo a sensação de angústia, sofrimento e tristeza, situação agravada ainda mais pela reiteração de diversos pagamentos de despesas médicas apresentadas e a realização de empréstimos para custeá-las”, pontuou o magistrado.

Na sentença, o juiz condenou o Estado do Tocantins ao pagamento de R$ 20 mil por danos morais e R$ 30 mil pelos danos estéticos. "A lesão deixou sequela estética definitiva que merece a devida compensação”, concluiu o magistrado.

Confira a sentença clicando Aqui!

Fonte: Natália Rezende/Comunicação TJTO

ATENÇÃO!

Os comentários do Portal Tocnoticias via Facebook, são de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook. Procure escrever de maneira clara para que todos possam entendê-lo. Evite o uso de palavrões, acusações sem provas, discriminação ou difamação.

Em Destaque

Esquema Fraudulento de Nomeação de Concursados na Prefeitura de Porto Franco Pode Levar a Quase 100 Exonerações

Foto da notícia

Data: 22/02/2019 19:23:16 - Visualizações: 5900

Notícias Relacionadas

22/02/2019
Junina Filhos da Boa Vista Realiza Neste Sábado, Dia 23, 1º Grito de Carnaval em Tocantinópolis

21/02/2019
Fim da Delegacia Regional de Polícia de Tocantinópolis Poderá Ocasionar Transtornos a 12 Municípios do Bico

20/02/2019
Prefeito Paulo Gomes Adquire Van Para Ampliar Qualidade dos Serviços da Assistência Social

20/02/2019
Prefeito Paulo Gomes Entrega aos Moradores do Alto Bonito Reforma de Quadra Poliesportiva

20/02/2019
1ª Corrida de Rua da Melhor Idade é Realizada com Sucesso em Tocantinópolis

20/02/2019
Município de Tocantinópolis Realiza 4ª Conferência Municipal de Saúde

Todas as Notícias