Justiça Condena Empresa Por Não Cumprir Oferta de Internet a Usuários de Dianópolis

Data do post: 06/08/2018 13:46:01 - Visualizações: (162)    Imprimir

A Justiça determinou que a empresa Brasil Telecom/Oi ofereça um serviço de internet qualidade aos cidadãos de Dianópolis, cidade do Sudeste do Estado. O descumprimento da sentença poderá resultar em multa de R$ 1 milhão à parte ré.

Tribunal de Justiça-TOSegundo os autos da ação civil pública movida pela Defensoria Pública do Estado do Tocantins, foram constatadas oscilações no fornecimento do serviço de internet na cidade e velocidade de navegação inferior aos contratos vigentes. Ao todo, 78 denúncias foram oficializadas, em um ano, junto ao Procon. As reclamações versam sobre lentidão, indisponibilidade de aquisição, interrupção e divergência entre a quantidade de megabytes estipulada em contrato e a ofertada pela empresa.

Para o juiz Jossanner Nery Nogueira Luna, da 1ª Vara Cível de Dianópolis, o  serviço prestado pela ré revelou-se impróprio ao consumo segundo determina o Código de Defesa do Consumidor.  "Resta demonstrado nos autos que o serviço de internet banda larga usufruído pelos usuários não alcança 40% da taxa nominal contratada”, avaliou. E destacou a ilicitude da cobrança de um serviço não prestado. “Se o plano contratado é de 10 MB, mas a empresa requerida entrega efetivamente apenas 1 MB, que o consumidor pague apenas pelo que consumiu, ou seja, 10% do valor previsto contratualmente,” afirmou.

Pelas falhas na prestação do serviço, o magistrado condenou a Brasil Telecom/Oi a fornecer velocidade correta e oportunizar número de portas de internet compatíveis à demanda da cidade, conforme o oferecimento do contrato de adesão. Ficou determinado que a empresa  deve reservar 15% do total para internet de maior velocidade (hoje 15 Megabytes), 25% para internet de velocidades intermediárias (hoje, 5 a10 megabytes) e 60% dos pacotes para internet de menor velocidade (hoje entre 1 e 5 megabytes),  sob pena de multa diária de R$ 5 mil até o limite de R$ 1 milhão.

A empresa ainda foi condenada ao pagamento de indenização pelos danos morais sofridos, na quantia de R$ 500 mil. O valor deverá ser revertido ao Fundo Estadual de Defesa do Consumidor do Tocantins.

Internet

Conforme a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), as resoluções 574 e 575/2011 estabelecem que a velocidade instantânea da conexão deve ser no mínimo de 40% do valor contratado, e a velocidade média deve ser pelo menos 80% do valor contratado.  Já o artigo 46 §2º da Resolução nº 614/2013 diz que a prestadora deverá descontar da assinatura o valor proporcional, se o serviço de banda larga for de alguma maneira interrompido ou a qualidade de serviço diminuída.

Para averiguar com precisão a velocidade de conexão à internet, a Anatel desenvolveu métodos para que o consumidor saiba se recebe a velocidade de conexão contratada com o provedor de banda larga.

Telefone celular: as medições podem ser realizadas pelo aplicativo “Brasil Banda Larga”

Internet fixa e outros sistemas operacionais: acesse http://www.brasilbandalarga.com.br.

Confira a sentença.

Fonte: Tribunal de Justiça-TO

ATENÇÃO!

Os comentários do Portal Tocnoticias via Facebook, são de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook. Procure escrever de maneira clara para que todos possam entendê-lo. Evite o uso de palavrões, acusações sem provas, discriminação ou difamação.

Em Destaque

PC de Tocantinópolis Prende Novamente a Traficante Poliana Cuspideira, e Recupera Duas Motocicletas Roubadas

Foto da notícia

Data: 20/10/2018 12:56:44 - Visualizações: 394

Notícias Relacionadas

19/10/2018
Banco é Condenado a Pagar R$ 8 Mil em Danos Morais a Usuário Vítima de Fraude

19/10/2018
Sindepol/TO Realiza Sonho de Assistido da Apae de Barrolândia

19/10/2018
Polícia Civil Prende Mulher que Tentava Levar Drogas à CPP de Paraíso do Tocantins

19/10/2018
Naturatins Realiza Soltura de 153 Curiós Apreendidos em Fiscalização

19/10/2018
Peritos Oficiais do Tocantins Participam de Cursos de Aperfeiçoamento no Combate a Crimes Complexos

19/10/2018
Polícia Civil do Tocantins Continua às Buscas de Empresária Suspeita de Desviar R$ 15 Milhões no Pará

Todas as Notícias