Corregedoria Geral de Justiça Realiza Correições Ordinárias nas Comarcas de Axixá e Xambioá

Data do post: 11/08/2018 23:23:13 - Visualizações: (251)    Imprimir

A Corregedoria Geral de Justiça (CGJUS) encerrou, nesta semana, o processo de correição geral ordinária nas comarcas e Axixá e Xambioá.

Foto: divulgaçãoA ação, realizada nas modalidades virtual e presencial, é realizada com o objetivo de orientar e compartilhar experiências, visando o aperfeiçoamento contínuo da prestação jurisdicional.

Nas comarcas de Axixá e Xambioá a fase virtual da correição foi realizada na última semana, com análise exclusiva de processos via sistema e-Proc/TJTO. Já a visita in loco foi realizada na segunda-feira (06/08), no Fórum de Axixá, e na terça-feira (07/08), no Fórum de Xambioá.

De acordo com a  juíza auxiliar da CGJUS, Rosa Maria Gazire, com o trabalhos remotos foi possível reduzir pela metade a equipe necessária para a etapa presencial, que inclui visita às unidades administrativas, estabelecimentos penais e casas de acolhimento. O tempo necessário para vistoria também caiu pela metade, sem prejuízos de resultado ao objetivo maior do trabalho, que é aprimorar a prestação do serviço ao cidadão. “Penso que através de uma escuta humana, participação dialógica e democrática, o jurisdicionado cidadão ganha celeridade processual, fóruns melhor equipados, maior segurança pública; inclusive, um dos frutos da presença da Corregedoria nas comarcas foi a edição Provimento 9/18: lavratura TCO pela PM”, afirmou a magistrada.

Durante a fase virtual das correições são analisados processos por amostragem, assim como também são realizadas verificações de  ações arquivadas, processos que tramitam com meta no CNJ e processos que já foram verificados na última correição. Na etapa presencial, o contato é mais direto com servidores, magistrados e o cidadão, de maneira geral. “Trata-se de uma oportunidade para que os servidores comentem sobre os problemas enfrentados pela comarca, da mesma forma que os juriscionados, a população, faz as suas observações”, pontuou o assessor jurídico da CGJUS, Luiz Fernando Romano Modolo.

Fonte: Natália Rezende/Comunicação TJTO

ATENÇÃO!

Os comentários do Portal Tocnoticias via Facebook, são de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook. Procure escrever de maneira clara para que todos possam entendê-lo. Evite o uso de palavrões, acusações sem provas, discriminação ou difamação.

Em Destaque

Em Luzinópolis, Vereadores Anulam Eleição Recente Para Eleger Outro Presidente

Foto da notícia

Data: 14/12/2018 04:23:03 - Visualizações: 1182

Notícias Relacionadas

12/12/2018
Justiça dá Prazo de 48 Horas Para Estado Restabelecer Fornecimento de Alimentação na Cadeia Pública de Xambioá

11/12/2018
Técnico em Enfermagem é Preso Por Porte Ilegal de Arma de Fogo Dentro do Hospital Municipal de Araguatins

03/12/2018
Prefeitura de Palmeiras do TO Usa Criatividade e Material Reciclável Para Fazer a Decoração de Natal do Município

20/11/2018
Prefeito de Cachoeirinha Rebate Críticas nas Redes Sociais Afirmando que Sua Defesa Será Serviço Prestado

04/11/2018
Polícia Civil Deflagra a Operação “Cannabis Delivery” e Desarticula Associação Para o Tráfico de Drogas em Ananás

22/10/2018
Fabion Retorna aos Municípios do Bico Para Festejar Vitória ao Lado do Povo

Todas as Notícias