Recolhimento de Fiança Será Feito Via Depósito Judicial

Data do post: 04/12/2018 14:40:26 - Visualizações: (97)    Imprimir

O recolhimento das fianças criminais arbitradas nas delegacias de Polícia e por ordem judicial passará a ser feito por meio de depósito judicial vinculado ao inquérito ou ação penal.

Tribunal de Justiça-TOA medida foi apresentada, nesta segunda-feira (03/12), em reunião na Presidência do Tribunal de Justiça do Tocantins (TJTO); e começa a valer a partir do dia 7 de janeiro de 2019.

A partir do ano que vem, o recolhimento da fiança deixa de ser feito via DARE e passa a se dar, exclusivamente, via guia de depósito judicial. O objetivo é facilitar a aplicação dos recursos levantados com o pagamento de fianças, nos casos em que o acusado é condenado. O valor recolhido, nesta situação, pode ser usado para pagamento de custas processuais, multa ou ressarcimento à vítima/família pelos danos sofridos.

“Além da uniformização do procedimento, o recolhimento da fiança por meio de depósito judicial assegura maior controle e segurança do cumprimento da obrigação, assim como agilidade no levantamento e a garantia do pagamento das despesas processuais, em caso de condenação”, ressaltou o presidente do TJTO, desembargador Eurípedes Lamounier, frisando que o novo sistema é uma forma de aperfeiçoamento da prestação jurisdicional.

Ao conhecerem melhor o funcionamento da ferramenta, que teve sua formatação debatida entre Poder Judiciário e secretarias de Estado da Fazenda (Sefaz), Cidadania e Justiça (Seciju) e Segurança Pública (SSP), o secretário Sandro Henrique Armando destacou que a medida é “uma questão de modernidade”. Já o secretário Heber Luís Fidelis Fernandes, que acumula a gestão da SSP e Seciju, afirmou que “a nova rotina vai poupar tempo e contribui para a realização do trabalho”.

Entenda

Para gerar a guia de depósito judicial, o servidor da delegacia deverá acessar o site do Tribunal de Justiça e clicar na opção “Serviços – Depósito Judicial”. Em seguida, basta digita o número do processo ao qual a fiança está vinculada, preencher os dados solicitados e imprimir a guia. Após o recolhimento do valor, o processamento ocorre de forma automática e será possível visualizar o pagamento diretamente no sistema.

Presenças

Participaram da reunião de apresentação da ferramenta o juiz Rafael Gonçalves de Paula, autor da sugestão de aprimoramento da rotina de trabalho; o juiz auxiliar da Presidência, Esmar Custódio Vêncio Filho; o chefe de gabinete da Presidência, Danilo Guimarães de Souza Izidoro, a diretora Financeira do TJTO, Maristela Alves Rezende; e diretor Judiciário, Francisco de Assis Sobrinho.

Fonte: Tribunal de Justiça-TO

ATENÇÃO!

Os comentários do Portal Tocnoticias via Facebook, são de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook. Procure escrever de maneira clara para que todos possam entendê-lo. Evite o uso de palavrões, acusações sem provas, discriminação ou difamação.

Em Destaque

Em Luzinópolis, Vereadores Anulam Eleição Recente Para Eleger Outro Presidente

Foto da notícia

Data: 14/12/2018 04:23:03 - Visualizações: 682

Notícias Relacionadas

13/12/2018
Banda da PM se Apresenta na Assembleia Durante Cantata de Natal

13/12/2018
Polícia Militar Prende Homem Por Tráfico de Entorpecentes

13/12/2018
Conselheiros de Assistência Social Tocantinense Participam de Reunião em Recife

13/12/2018
DPE Oficia Secretaria Estadual da Saúde e Centro Oncológico a Prestar Informações Sobre Falta do Serviço de Radioterapia

13/12/2018
Polícia Militar Prende Homens Por Tráfico de Entorpecentes

13/12/2018
Nota de Pesar Pela Morte de João Bosco Pires dos Santos

Todas as Notícias